O montante dos concursos de obras públicas promovidos até final de setembro recuou 16% em termos homólogos, para 3.142 milhões de euros, mantendo o registo homólogo negativo há sete meses consecutivos, informou esta quarta-feira a AICCOPN.

Segundo o mais recente Barómetro das Obras Públicas da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), “ao longo dos primeiros três trimestres do ano, os concursos de empreitadas de obras públicas promovidos somaram um total de 3.142 milhões de euros, valor a que corresponde uma queda de 16% quando comparado com igual período de 2020”.

Há sete meses consecutivos que o montante total de concursos de obras públicas que é objeto de anúncio de abertura de procedimento regista variações homólogas acumuladas negativas, face ao ano passado”, salienta a associação.

No que se refere aos contratos de empreitadas celebrados e reportados no Portal Base nos primeiros nove meses de 2021, no âmbito de concursos públicos, aumentaram 26% em termos homólogos, somando 2.107 milhões de euros.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Por sua vez, os contratos de empreitadas de obras públicas celebrados em resultado de ajustes diretos e consultas prévias atingiram 459 milhões de euros até final de setembro, mais 19% que o montante apurado em igual período do ano passado.

Globalmente, o total de contratos de empreitadas celebrados nos primeiros três trimestres de 2021 e registados no Portal Base ascendeu a 2.817 milhões de euros, o que representa um aumento de 22% relativamente ao período homólogo do ano passado.