Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A empresa Sueca de retalho IKEA está a oferecer um apartamento de 10 metros quadrados em Tóquio, com uma renda inferior a 1 euros por mês.

A casa está localizada no distrito de Shinjuku, e tem uma renda de apenas 99 yen (cerca de 77 cêntimos), de acordo com um comunicado da empresa.

Apenas um apartamento está disponível para arrendar, estando totalmente mobilado com artigos e acessórios do IKEA. A empresa está a aceitar candidaturas para possíveis inquilinos, que terão de ter mais de 20 anos, até dia 3 de dezembro.

Como cita a CNN, a IKEA revelou que o apartamento minimalista será arrendado com um contrato que vigorará até 15 de janeiro de 2023. Porém, o inquilino terá que pagar as despesas inerentes, como a água e a eletricidade.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“O ‘truque’ é gerir bem o espaço vertical”, lê-se no site. “Ao encararmos o apartamento como um espaço tridimensional, criamos novas possibilidades num espaço limitado.”

Tóquio é uma das cidades com maior densidade populacional do mundo, impulsionando a recente “moda” dos micro apartamentos. Segundo o Governo Metropolitano de Tóquio, nesta habitam cerca de 14 milhões de pessoas.

Este não é o primeiro contacto da empresa com o ramo imobiliário: a empresa tem uma joint Venture com a empresa de construção (também sueca) Skanska, que se destina a desenvolver casas modulares com rendas acessíveis na Suécia, Finlândia e Noruega.