Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

(Ensaio originalmente publicado a 25 de novembro de 2019)

Todas as revoluções são misteriosas. A revolução portuguesa de 1974-1975 não é excepção. Continuamos a discutir as origens do movimento militar de 25 de Abril de 1974, e depois de todos os outros confrontos que definiram a revolução, como o de 28 de Setembro de 1974, que pôs fim à presidência do general Spínola, o de 11 de Março de 1975, que deu o poder aos militares alinhados com o PCP e com a extrema-esquerda, e o de 25 de Novembro do mesmo ano, que teria liquidado a influência comunista nas forças armadas.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.