Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Foi assinado na manhã desta quinta-feira, depois de reuniões que se prolongaram por toda a madrugada. O acordo que vai sentar motoristas de materiais perigosos e patrões à mesa das negociações coloca o Governo como mediador de um conflito laboral que deixou o país perto da paralisação. Perceba o que está em causa.

O texto do acordo está em itálico e a interpretação e o comentário estão a amarelo:

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.