A imagem é antiga mas voltou a circular recentemente nas redes sociais. A fotografia mostra uma carrinha da EMEL — empresa que gere o estacionamento na cidade de Lisboa — com os dois pneus do lado esquerdo bloqueados por sistemas geralmente associados à própria empresa, e que são aplicados em situações de estacionamento abusivo. O autor do tweet garante que o que está ali em causa “não é uma montagem”, sugerindo que a carrinha foi, de facto, bloqueada por estar em incumprimento. Mas a sugestão é enganadora.

Publicado a 21 de novembro, o tweet gerou milhares de reações: quase 4 mil “gostos” e mais de 400 partilhas. A publicação não faz qualquer referência ao momento em que a fotografia foi captada captada nem apresenta qualquer contexto que enquadre o facto de os pneus da carrinha estarem bloqueados. No interior, sentado ao volante, aquilo que parece ser um funcionário da empresa fala ao telemóvel e porta da mala está aberta.

Numa busca pelo historial da imagem, com recurso à ferramenta Google Images, rapidamente se conclui que a fotografia não é recente. Já vinha sendo publicada nas redes sociais — neste caso, no Facebook — pelo menos desde 2018. Tal como no mais recente tweet, numa publicação no Facebook não é apresentado qualquer contexto e há apenas uma legenda simples: “Karma is a bitch” (ou “o karma é tramado”, numa tradução livre).

No Twitter, vários dos comentários atribuem credibilidade à ideia de que se tratou de um caso de desrespeito pelas regras de estacionamento, mas a empresa desmistifica essa ideia, nos esclarecimentos enviados ao Observador.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Essa fotografia já tem mais de cinco anos”, começa por enquadrar o gabinete de comunicação da EMEL. Portanto, de facto, não se trata de uma montagem, como alega o autor do tweet.

Mas, logo a seguir, a empresa apresenta a explicação para aquela situação que envolve uma carrinha da empresa.”A carrinha em causa ficou sem travões e essa foi a forma de assegurar que ficava imobilizada enquanto aguardava a chegada da assistência técnica”, refere, de forma sintética, a EMEL.

Conclusão

A imagem de uma carrinha da EMEL com dois dos quatros pneus bloqueados por um equipamento imobilizador da própria empresa é real. Mas não se trata de uma situação em que a carrinha tenha sido bloqueada por violar as regras de estacionamento na cidade de Lisboa, ao contrário do que sugerem as publicações nas redes sociais que partilham a mesma imagem. Tratou-se de um problema mecânico — ter ficado sem travões — que levou àquela solução de recurso, enquanto o funcionário esperava por uma equipa técnica que resolvesse aquele problema.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ENGANADOR

PARCIALMENTE FALSO: as alegações dos conteúdos são uma mistura de factos precisos e imprecisos ou a principal alegação é enganadora ou está incompleta.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge