Além de ser um dos grandes nomes da Física, Albert Einstein é uma das personalidades públicas mais citadas nas redes sociais. Esteve associado à criação da bomba atómica, mas sempre revelou preocupação com o potencial da tecnologia e da ciência, sendo um ativista feroz pela paz entre as nações. No entanto, não quer dizer que tenha sido assim tão ácido nas suas declarações públicas. No passado dia 2 de outubro, surgiu uma publicação com uma citação atribuída ao cientista. “Temo o dia em que a tecnologia se sobreponha à nossa humanidade. O mundo só terá uma geração de idiotas”. Trata-se, no entanto, de uma publicação falsa.

Publicação falsa alega que Einstein falou de uma “geração de idiotas”.

Ao pesquisar na internet por qualquer informação que corrobore esta publicação, o resultado é sempre o mesmo: zero. Ou seja, não existe correspondência entre as tais palavras associadas a Einstein e a realidade. Depois, esta publicação — e outras semelhantes — não apresentam qualquer referência sobre onde, quando e em que local o físico alemão terá falado sobre a “geração de idiotas”. E essa atribuição tem sido, por isso, reiteradamente desmontada.

Por exemplo, o Full-Fact, revela mesmo que não é possível encontrar um registo credível. Estas citações começaram a surgir em 2012 e nunca mais saíram da internet. Ou seja, antes dessa data, não é possível encontrar estas palavras como tendo sido ditas por Einstein. Ao consultar uma das plataformas encarregues de verificar a autenticidade de diversas citações, o Quote Investigator, a resposta continua a ser nula. E, tal como este fact-checker, também outros chegaram à mesma conclusão: quer o Politifact quer o Snopes consideraram ser falso que Einstein alguma vez tenha feito uma crítica feroz à tecnologia.

Este último fact-checker norte-americano acrescenta que uma citação semelhante pode ser encontrada no filme “Powder” (“Energia Pura”, 1995), onde a personagem interpretada pelo ator Jeff Goldblum diz o seguinte: “Tornou-se claro que a nossa tecnologia ultrapassou a humanidade.” Outra personagem responde-lhe com o nome do físico alemão. Ainda assim, o discurso é diferente o que está aqui em causa é um excerto de um produto de ficção que não comprova o que é partilhado pela publicação original.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Conclusão

Não é verdade que Albert Einstein tenha criticado a “geração de idiotas” que foi criada pela evolução da tecnologia. Não existe qualquer registo que comprove a veracidade do que é dito na publicação. Vários fact-checkers internacionais, como o Snopes ou Full Fact, já desmentiram anteriormente a alegação de que o físico alemão tenha sido tão duro relativamente à tal “geração de idiotas”.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge