Há quatro anos, muita tinta fez correr o número de pessoas que estiveram no Dia de Inauguração de Donald Trump, que tinha acabado de ser eleito em 2016. Em 2020, as redes sociais continuam a batalhar por esse número, mas desta vez sobre manifestações a favor do ainda presidente dos Estados Unidos da América, que deu o aval para que se começasse o processo de transição para a nova administração, que será liderada por Joe Biden. No passado dia 15 de novembro surgiu uma publicação com quatro fotografias e a seguinte legenda: “Washington, 14 de novembro, para não dizer nunca mais que Biden venceu”. Atingiu as 1,5 mil partilhas. Trata-se, no entanto, de uma publicação enganadora.

Post viral com 5 fotografias de alegadas manifestações pró-Trump.

As fotografias foram postas a circular um dia antes, quando os apoiantes de Trump organizaram a “Million MAGA March”, que juntou milhares de pessoas em Washington DC para protestar contra a suposta fraude eleitoral que tinha dado a vitória a Joe Biden, como reportaram vários órgãos de comunicação social, como a BBC ou o The Washington Post. Contudo, segundo a secção de fact checks da Agence France Presse (AFP Checamos) na versão brasileira, que verificou a publicação, só uma das fotografias corresponde realmente a uma manifestação de apoio ao também líder do Partido Republicano.

A fotografia do canto superior esquerdo, do canto superior direito e do canto inferior direito dizem respeito, na verdade,  à vitória da equipa de basquetebol, Cleveland Cavaliers na final da NBA, onde derrotaram os Golden State Warriors em 2016. A primeira foi partilhada pela conta oficial de Twitter dos Cleveland, a 22 de junho de há 4 anos.

A segunda pertence ao jornal Plain Dealer, da mesma região, tendo sido depois incluída numa galeria sobre LeBron James, que jogava nessa equipa. A última imagem referida foi tirada pela fotojornalista  Aaron Josefczyk para a agência Reuters, tendo depois sido utilizada por outros jornais, como o The New York Times.

A imagem que faz parte do banco de imagens da Reuters e que foi utilizada por jornais como o The New York Times

Quanto à imagem do canto inferior esquerdo, também não pertence a um evento ocorrido nos EUA de apoio a Donald Trump. Diz respeito a uma manifestação que juntou mais de meio milhão de cidadãos em Londres, para pedirem um segundo referendo ao Brexit. Essa fotografia pode ser encontrada no ITV News, por exemplo, associada à notícia de que “670 mil pessoas marcharam em Londres para exigir ‘Um Voto do Povo’ no acordo final do Brexit”. A 20 de outubro de 2018, o The Guardian também publicou a mesma imagem, neste caso em vídeo.

Quanto à última imagem, essa pertence mesmo a manifestações pró-Trump. Foi o jornalista Shomari Stone, da NBC Washington, que a publicou na sua conta oficial de Twitter a 14 de novembro. Pode também ser encontrada no site oficial do canal de notícias norte-americano.

Essa verificação foi feita quer pela AFP Checamos mas também pelo PolitiFact, que verificou o post original, recorrendo às ferramentas de verificação de fonte das imagens, como a Google Images ou o TinEye, a que o Observador recorre também para outros fact-checks.

Conclusão

Não é verdade que uma publicação viral de Facebook contenha 5 fotografias de manifestações pró-Trump, decorridas no passado dia 14 de novembro. Tanto a AFP Checamos como o PolitiFact verificaram as imagens, sendo que três delas pertencem à celebração do título dos Cleveland Cavaliers em 2016 e outra a uma manifestação a favor de um novo referendo do Brexit em Londres. A última pertence, sim, às manifestações a favor do ainda presidente norte-americano.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ENGANADOR

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

PARCIALMENTE FALSO: as alegações dos conteúdos são uma mistura de factos precisos e imprecisos ou a principal alegação é enganadora ou está incompleta.

IFCN Badge