A alegação é antiga e continua a fazer o seu caminho nas redes sociais. No Facebook, uma publicação que remonta a 4 de outubro de 2019, alega que a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) foi proibida de se instalar na Alemanha. Segundo o post naquela rede social, a forma da IURD arrecadar dinheiro foi o motivo pelo qual o governo alemão terá proibido que a confissão se instalasse no país.

A informação é, no entanto, falsa. Aliás, na altura do post original, em 2019, já a alegação tinha sido desmentida. A publicação baseia-se num caso específico que foi extrapolado e interpretado de forma errada e que, na altura, foi contado pela Deutsche Welle.

Eis o que aconteceu: o bezirksbürgermeister (equivalente a presidente da junta de freguesia) do bairro berlinense de Mitte, Stephan von Dassel, quis impedir que a IURD comprasse um imóvel que alugava desde 2016, uma igreja construída no século XIX em plena praça Leopold.

Segundo a Deutsche Welle, Dassel justificou a medida com o facto de a IURD receber doações — o dízimo — através de falsas promessas.

A publicação é antiga, mas continua a ser partilhada

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“A presença da IURD não enriquece o nosso bairro nem a cidade”, afirmou Stephan von Dassel, do Partido dos Verdes,  à Deutsche Welle, referindo que o histórico da igreja e os seus métodos são incompatíveis com a região que administra. O autarca criticou ainda a falta de transparência da IURD em relação ao destino do dinheiro arrecadado.

É, aliás, fácil verificar que a IURD não está, de todo, proibida na Alemanha. Basta consultar a página web da igreja em língua alemã para confirmar que aquela confissão está espalhada por todo o país, com locais de culto em Berlim, Dortmund, Frankfurt, Hamburgo, Colónia, Munique, Nuremberga, Estugarda, Aschaffenburg, Bremen, Düsseldorf, Karlsruhe e Leipzig.

Conclusão:

Falso. Ao contrário do que é alegado, a Igreja Universal do Reino de Deus não foi proibida de se instalar na Alemanha. O referido post baseia-se num caso de 2019, quando um autarca do bairro berlinense de Mitte tentou impedir a venda do imóvel onde estava instalado, através de aluguer, o local de culto da IURD. A confissão religiosa fundada em 1977 pelo brasileiro Edir Macedo está atualmente presente em 13 cidades alemãs.

Segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge