Um vídeo de uma suposta juíza sueca de renome a falar sobre as eleições brasileiras de 30 de outubro, que Lula da Silva venceu, e a manifestar estranheza pela derrota de Bolsonaro tem sido partilhado nas redes sociais ao longo deste mês.

Os apoiantes de Bolsonaro alegam que Anna Ase, a suposta juíza, analisou as eleições brasileiras deste ano durante uma entrevista para a televisão sueca. Nas imagens, que estão legendadas em português, lê-se que a mulher estará a dizer que “é realmente duvidoso um Presidente tão popular [Bolsonaro] ser o primeiro a não se reeleger, principalmente com indícios tão claros de fraudes no sistema eleitoral brasileiro”.

Anna Ase é descrita como uma profissional de renome, mas basta pesquisar no Google o seu nome seguido da palavra “judge” (juíza) para perceber que essa busca não devolve qualquer resultado. Para os fãs dos ABBA, é fácil identificar quem é a pessoa que está no vídeo partilhado pelos apoiantes de Bolsonaro: Anna Ase é, na realidade, Agnetha Fältskog, um dos elementos da banda sueca formada no início da década de 1970.

O vídeo, que aparece com legendas falsas em português, é parte de uma entrevista que a cantora deu à televisão sueca em 2013 — data que comprova, desde logo, a impossibilidade de Agnetha Fältskog se referir às eleições do Brasil que ditaram a derrota de Bolsonaro, e que se realizaram apenas este ano.

A versão completa da entrevista está disponível no YouTube, com legendas em inglês. Ao longo de quase 15 minutos, Agnetha Fältskog falou sobre passar tempo com os filhos, os netos e os cães, o museu dos ABBA, na Suécia, e “A”, o quinto álbum a solo, que tinha lançado nesse ano.

Sem surpresas, ao longo dessa entrevista não é feita qualquer referência à situação política no Brasil, tal como não é partilhada qualquer análise sobre o resultado de umas eleições presidenciais que só se realizariam nove anos depois desse momento.

Conclusão

Não é verdade que uma juíza sueca de renome tenha prestado declarações sobre fraude nas eleições presidenciais brasileiras deste ano, que Lula da Silva venceu. Anna Ase, a mulher que aparece no vídeo partilhado por apoiantes de Bolsonaro, é, na realidade, Agnetha Fältskog.

Uma entrevista dada pela cantora, elemento da banda ABBA, em 2013, foi partilhada nas redes sociais com legendas falsas em português. A artista nunca, ao longo dos quase 15 minutos de conversa, se referiu ao Brasil ou às eleições brasileiras. Agnetha Fältskog falou, sim, sobre a sua vida pessoal e o seu mais recente álbum a solo.

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

NOTA: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

IFCN Badge