Uma fotografia de Lula da Silva está a circular nas redes sociais, dando conta de que o antigo presidente do Brasil surgiu alcoolizado no Fórum Económico Mundial de Davos, na Suíça, e que teve de ser retirado do local com a ajuda dos assessores. A fotografia, alegadamente datada de janeiro 2003, foi retirada do contexto, não tendo sequer sido capturada nesse ano.

A fotografia de Lula da Silva já foi partilhada milhares de vezes nas redes sociais e, em muitos casos, acompanhada de mensagens pró-Jair Bolsonaro, atual presidente brasileiro. Na legenda da própria fotografia, pode ler-se que Lula da Silva teve de ser levado “discretamente” da reunião do Fórum Económico Mundial de Davos e que a então ministra Dilma Rousseff teria ficado “profundamente envergonhada” com a situação. Ora, esta informação é falsa.

A fotografia de Lula da Silva foi, na verdade, obtida em 2009, durante uma cerimónia no Palácio do Planalto, em Brasília. De acordo com o que relatavam os jornais brasileiros na altura, o ex-presidente brincava com crianças presentes no local, a propósito de uma cerimónia de entrega de um prémio, fazendo uma espécie de binóculos com as mãos.  A imagem foi originalmente publicada, entre outros, na Folha de São Paulo do dia 18 de fevereiro de 2009, como se pode consultar aqui e também em baixo.

Na fotografia, Lula da Silva surge entre a então primeira-dama, Marisa Letícia, à esquerda, e Dilma Rousseff, então ministra da Casa Civil, à direita. A mesma fotografia, com um ângulo mais fechado, é também facilmente encontrada no arquivo do jornal O Estado de S. Paulo, igualmente na edição de 18 de fevereiro de 2009.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Feitas as contas, é possível concluir que a fotografia que está agora a ser difundida nas redes sociais foi cortada e retirada do contexto para o fim em causa — os intervenientes aparecem na mesma pose e com as mesmas roupas que na imagem que está a ser partilhada, mas a mensagem que acompanha a publicação (“Lula bêbado, mijado, fazendo caretas em Davos, durante o Fórum”) não corresponde à verdade. Além disso, nenhum dos jornais que publicaram originalmente a imagem relatam que o então Presidente da República do Brasil estaria sob efeito de álcool ou que teria urinado nas calças, como sugere a publicação aqui em análise.

Quanto ao Fórum Económico Mundial de Davos, Lula da Silva participou efetivamente no evento de 2003, mas a imagem que está a ser difundida não diz respeito a esse encontro. Em paralelo, Dilma Rousseff não marcou presença nesse evento de 2003 e os jornais que noticiaram a presença de Lula no Fórum de Davos não fazem qualquer referência a um eventual estado de embriaguez do ex-presidente ou que este tivesse sido retirado com a ajuda dos assessores. É o caso d’O Estado de São Paulo, que, na edição de 27 de janeiro de 2003, dá apenas conta do discurso proferido por Lula da Silva e cuja manchete é “Um pacto mundial pela paz e contra a fome”.

Conclusão

Não há qualquer relação entre a fotografia em causa e a reunião de 2003 do Fórum Económico Mundial de Davos. A imagem em que Lula da Silva surge a fazer uma “careta” não é de janeiro de 2003, mas sim de 18 de fevereiro de 2009, como podem comprovar as edições dos jornais brasileiros desse dia. Além disso, nenhuma publicação (e nenhum relato) indica que o então presidente brasileiro estivesse alcoolizado, como alega a publicação que se tornou viral nas redes sociais.

Assim, segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge