Logo Observador
Gelados

Gelados há muitos. Como estes, só em Roma

808

Ninguém nega que na terra de Sua Santidade se encontram as melhores gelatarias artesanais. A novidade fresquinha é que Roma nunca esteve tão perto: no Cais do Sodré há 'gelati italiani' de verdade.

Autor
  • Sílvia Silva

“Se quem tem boca vai a Roma”, assim que lá chega, tem de provar um gelado. E assim que se entra na nova gelataria da Praça de São Paulo, em Lisboa, também. À porta anunciam-se especialidades como “gelati di crema e sorbetti di frutta” e o nome, esse, é tipicamente italiano. Chama-se Gelato Davvero e, traduzido à letra, significa gelado verdadeiro. Mas são os barulhos ritmados, vindos diretamente da cozinha, que denunciam as técnicas artesanais de produção.

gelataria, gelato devvero, gelados italianos,

O logotipo “Gelato Davvero” representa, segundo os responsáveis, “a tradição e inovação do melhor que se faz em território romano”. (foto: © Sebastião Almeida / Observador)

É lá que está Filippo Licitra, um dos fundadores da tão aclamada gelataria Nannarella, em São Bento, que decidiu abandonar a sociedade e abrir um novo negócio com o seu melhor amigo de infância, Riccardo Farabegoli. “Quando vivíamos em Roma costumávamos brincar aos carrinhos enquanto partilhávamos gelados”, conta Filippo, que se mudou para Portugal em busca de melhores condições de vida e encontrou na confeção de gelados uma profissão para a vida (até porque não gosta de os comer, mas isso é segredo).

gelataria, gelato devvero, gelados italianos, gelado

Filippo Licitra e Riccardo Farabegoli eram vizinhos em Roma.
(foto: © Sebastião Almeida / Observador)

A receita é muito simples: “Misturamos leite fresco com farinha e adicionamos o ingrediente principal que é o sabor do gelado, capito?”. Capito, sim senhor. A diferença está na textura cremosa e nos pequenos pormenores. Aqui os gelados servem-se alla moda di Roma: com uma espátula (não com uma colher) e com natas batidas por cima (sem que tenha de pagar mais por isso). Há sempre 15 sabores disponíveis para experimentar e os preços variam consoante o tamanho do copo ou cone — independentemente do número de sabores: o piccolino (1,50€), o piccolo (2,00€), o piccolo sem glúten (2,30€), o médio (2,50€), o grande (3,50€), o grandíssimo (4,50€) e o panino (3,00€) que é uma espécie de sanduíche de gelado, com duas bolachas.

gelataria, gelato devvero, gelados italianos,

Filippo concentradíssimo na produção de mais uma dose de gelado.
(foto: © Sebastião Almeida / Observador)

Mas os detalhes não ficam por aqui. Em vez de mesas e cadeiras, o amplo espaço de 100 metros quadrados conta com uma obra arquitetónica de dois andares (com espaço para 20 pessoas) assinada pelo catalão Jordi Fornells. Para o fim de julho, está ainda prevista uma nova esplanada no exterior do espaço e uma nova loja Gelato Davvero na Rua Cândido dos Reis, em Cacilhas. No futuro, os clientes poderão ainda contar com semanas temáticas com gelados alcoólicos, tartes de gelado e tiramisu: a cereja no topo do bolo. Perdão, do gelado.

gelataria, gelato devvero, gelados italianos,

Esta obra do arquiteto Jordi Fornells inclui um escorrega para as crianças brincarem.
(foto: © Sebastião Almeida / Observador)

Nome: Gelato Davvero
Morada: Praça de São Paulo, 1 (Cais do Sodré), Lisboa
Telefone: 92 916 5208
Horário: De terça a quinta, das 12h45 às 22h. Sextas e sábados das 12h45 à 00h e domingos das 12h45 às 20h. Encerra à segunda.

Texto editado por Ana Dias Ferreira.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Economia

Viva o turismo

João Marques de Almeida

Os “novos aristocratas” acham que têm privilégios especiais. Passam a vida inteira a viajar, mas nunca são turistas. As massas da classe média viajam pouco, mas se o fazem são logo turistas detestados

Terrorismo

Do lado de dentro da janela

Helena Matos

Tudo resultou em mais gritos Alá é grande”, mais carrinhas descontroladas afinal conduzidas por mão firme, mais lobos solitários que tinham quem os apoiasse. Mas "Nós não temos medo". Claro que temos