Logo Observador
PSD

Rui Rio em contactos para avançar contra Passos

1.380

O antigo autarca do Porto está no terreno a estudar as condições para avançar com uma alternativa no PSD. Ainda esta semana Passos deixou um aviso ao eventuais desafiadores no partido.

JOSÉ COELHO/LUSA

O antigo presidente da Câmara do Porto Rui Rio está a fazer contactos para avaliar as condições de aparecer, com congresso do PSD previsto para abril de 2018, como alternativa à liderança de Pedro Passos Coelho no PSD.

A notícia é avançada na edição deste sábado do semanário Expresso (disponível na versão paga) que dá conta da atividade de Rio junto de “responsáveis da estrutura do PSD e de personalidades do partido”. O que está em causa é uma avaliação dos apoios que o social-democrata tem nesta altura, para perceber se tem condições para apresentar uma candidatura à liderança depois das autárquicas do próximo ano.

O jornal dá conta que, até aqui, nos contactos que tem estabelecido com pessoas “com diversos graus de responsabilidade” no PSD o ex-autarca tem tido relatos de “desmoralização”, “deceção” e “desconforto” com a atual liderança do partido.

Esta não é a primeira faz que se fala na hipótese de Rui Rio poder aparecer como candidato a líder do PSD, nem sequer é a primeira vez que o próprio avalia no terreno as condições para avançar, mas surge numa altura em que Passos começa a estar sob pressão por causa da estratégia do PSD para as autárquicas. Ainda na última semana, durante uma reunião do Conselho Nacional do partido, Passos Coelho deixou um aviso claro a eventuais desafiadores à sua liderança: “Terão de se haver comigo”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Política

Desterritorialização e extra-territorialidade

António Covas

Nesta batalha já longa entre o mercado global e a democracia doméstica, a desterritorialização e a extra-territorialidade convertem-se nos principais adversários do velho Estado-nação vestefaliano.