Tech Auto

Depois das armas laser, os imbatíveis faróis laser

157

O raio laser já serve para matar, soldar e realizar operações cirúrgicas delicadas. Agora passa também a ser a forma mais eficaz e versátil de iluminar. Bem-vindo ao futuro e aos faróis laser.

Autor
  • Francisco António

Depois de apresentado no último Salão Automóvel de Detroit, então como parte do Audi Q8 Concept SUV, o novo sistema de iluminação exterior Matrix Laser promete fazer em breve a sua estreia num automóvel de produção em série. Mais concretamente, na próxima geração do navio-almirante da Audi, o A8. O qual promete dar a conhecer aos seus proprietários uma nova visão do mundo – mais clara, mais precisa, mais segura e mais evoluída.

“Cada óptica usa como fonte de luz um único laser, com o feixe a ser, no entanto, partido em milhões de pixéis únicos, através dos díodos”, explica o director para a Inovação da Audi, Volker Kaese, sobre uma tecnologia que tem na base, além de um feixe de laser, centenas de milhar de pequenos micro-espelhos. Os quais, graças a uma capacidade de se moverem até 5.000 vezes por segundo, são responsáveis por partir a luz em milhões de pixéis, iluminando a estrada e demais elementos em redor, segundo o tipo de projecção necessário ou pretendido – mais largo ou mais estreito, mais alto ou mais baixo e até desviando-se de obstáculo, como um veículo que se aproxime em sentido contrário, que importa não encandear.

Com o Matrix Laser, a Audi combina a destreza das luzes de alta resolução com a capacidade dos sensores identificarem todos os automóveis que circulam na estrada, no mesmo sentido ou não, assim como em todas as formas de vida à base de carbono, humanos ou animais, para conseguir feitos verdadeiramente espantosos. Como, por exemplo, iluminar para além das curvas, sem contudo encadear os outros automobilistas que seguem em sentido contrário.

Ainda mais surpreendente é a possibilidade de projectar palavras ou desenhos que esta tecnologia permite, fazendo com que, por exemplo, seja possível projectar a palavra ‘Stop!’ a um peão que está a passar na frente do A8, sem reparar que, do lado contrário, surge um carro a alta velocidade. Ou então desenhar linhas que marcam a distância para os obstáculos mais próximos, de forma a que, ainda antes de abandonar a viatura, saiba se vai ter espaço suficiente para sair sem ter de bater com a porta no outro veículo ou na parede. Sendo que o sistema Matrix Laser tem também capacidade para iluminar individualmente qualquer sinal de trânsito, peão ou animal que circule na via, garantindo assim que o condutor se apercebe, atempadamente, do perigo.

Estas luzes a laser assumem-se mesmo como mais eficientes do que inclusivamente os LED, sendo que o sistema de projecção consegue ser mais eficaz do que, por exemplo, um head-up display, garante Kaese. “É melhor para os olhos do condutor, uma vez que este não tem de fazer esforço para focar, ou redireccionar a sua visão, enquanto conduz.” Por outro lado e uma vez que o sistema tem a capacidade de estar permanentemente, e ao mesmo tempo, tanto em máximos como em médios, focado noutros veículos e diminuindo a intensidade sempre que necessário, a Audi dispensa também, com as Matrix Laser, os até aqui imprescindíveis dois conjuntos de lâmpadas. Algo que, por exemplo no mercado americano, constitui um problema, uma vez que os regulamentos aplicáveis naquele país obrigam a que todos os automóveis contenham luzes independentes de médios e máximos.

Refira-se que o sistema de iluminação Matrix Laser, que a Audi vai estrear no novo A8, já foi testado nos carros de competição com que a marca dos quatro anéis correu em Le Mans. A tecnologia de iluminação laser é o resultado de uma investigação de três anos, patrocinada pelo Ministério Federal da Educação e da Investigação da Alemanha, na qual participaram, além da Audi, a Bosch, a OSRAM Licht AG e o Karlsruhe Institute for Technology.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Autárquicas 2017

Falar de André Ventura

Alexandre Homem Cristo

Ventura está a ser sobrevalorizado – enquanto candidato e, mais ainda, enquanto intérprete de novos rumos para a direita. Um erro que, perante a tentação de leituras nacionais, será importante evitar.

Estados Unidos da América

Carta da América

João Carlos Espada

Na América, está em curso um vigoroso renascimento conservador-liberal. Conseguirá a vaga conservadora em gestação na Europa acompanhar a linguagem liberal e anti-estatista da sua congénere americana?

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site