Futebol

Adeptos do Borussia de Dortmund vão boicotar jogo à segunda-feira

205

A coligação de Ultras e adeptos do BVB afirmam que esta calendarização desrespeita a posição daqueles "querem apoiar o seu clube" e representa mais um passo "em direção à desvirtuação do futebol".

AFP/Getty Images

No mundo do futebol há vários adeptos cuja extrema dedicação ao seu clube faz da sua forma de ser motivo de inveja para muitos. De entre esse grupo, os fãs do Borussia de Dortmund são dos que mais se destacam. Hoje, por exemplo, voltaram aos cabeçalhos por causa da sua decisão de boicotar o jogo em que a sua equipa defronta o Augsburg e que decorre a 26 de fevereiro, às 20h30 (hora local). Tudo porque a partida está agendada para uma segunda-feira.

Segundo notícia avançada pela ESPN, a aliança Sudtribune Dortmund, um coletivo de vários grupos Ultras (nome dado aos seguidores mais fanáticos) e outros grupos de fãs do BVB anunciaram esta decisão como forma de protesto, afirmando em comunicado que não vão “continuar a alinhar com a evolução absurda do agendamento de jogos” e que atingiram o ponto “em que tudo isto ultrapassou os limites do aceitável”.

“Vários grupos e adeptos que assistiram a todos os jogos em casa do BVB não vão participar no jogo de segunda-feira à noite. Esta decisão não é de nenhuma forma direcionada à equipa. Simplesmente recusamo-nos a aceitar jogos da Bundesliga a uma segunda à noite”, lia-se ainda no comunicado.

No final do mês de junho de 2016, a Bundesliga confirmou que cinco dos 306 jogos da liga seriam jogados à segunda-feira à noite a partir da época de 2017/2018, decisão justificada como a forma ideal de permitir um intervalo de descanso para as equipas alemãs que participam na Liga Europa. A primeira volta da Bundesliga desta época não contemplou nenhum destes cinco jogos, tendo estes sido agendados para o espaço de tempo contido entre janeiro e maio de 2018. Três deles já foram agendados.

Apesar desta justificação dada pela liga alemã, a aliança Sudtribune Dortmund afirma que esta forma de agendar jogos é mais um grande salto “em direção à desvirtuação do futebol”, acrescentando que “clubes, associações e canais de televisão” agiram sem ter em conta os desejos dos adeptos.

O grupo de adeptos afirma que esta decisão ignora o facto de muitos adeptos não terem a possibilidade de se deslocarem ao Westfalenstadion a uma segunda à noite e isso faz com que “aqueles que querem apoiar o seu clube” sejam “mais uma vez”, os perdedores.

Os bilhetes de época para a “Cortina Amarela”, zona com capacidade para 25 mil pessoas onde os adeptos mais fanáticos costumam ficar, estão quase todos vendidos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: dlopes@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site