Petróleo

Barril de Brent fecha em alta num novo máximo desde 2014

O barril de petróleo terminou a semana com uma valorização de 3,16% face à abertura da semana. Na quinta-feira o barril de Brent ultrapassou a barreira dos 70 dólares.

StatoilHydro / Oyvind Hagen / HO/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O barril de petróleo Brent, para entrega em março, fechou esta sexta-feira no mercado de futuros de Londres a 69,85 dólares, um novo máximo desde 2014, mais 0,85% do que na véspera e 3,16% do que na segunda-feira. O petróleo do Mar do Norte, de referência na Europa, terminou a sessão no International Exchange Futures com um acréscimo de 0,59 dólares face à última negociação, quando fechou a 69,26 dólares.

O preço do Brent manteve a tendência de alta dos últimos dias e manteve-se em níveis máximos desde o final de dezembro de 2014, sustentado pela queda das reservas nos Estados Unidos e a forte procura global durante os meses de Inverno.

Depois de na quinta-feira o barril de petróleo se ter cotado acima da barreira dos 70 dólares pela primeira vez desde dezembro de 2014, o barril de petróleo terminou a semana com uma valorização de 3,16% face à abertura de segunda-feira (67,71 dólares por barril).

A instabilidade política no Irão e as reformas na Arábia Saudita impulsionaram nas últimas semanas os preços, que têm registado uma tendência para a alta, apesar do temor de um aumento da produção nos Estados Unidos. O barril de Brent, que chegou a cotar-se abaixo dos 30 dólares há dois anos, não superava os 70 dólares durante uma sessão em Londres desde 4 de dezembro de 2014, segundo dados recolhidos pela agência noticiosa Efe.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site