Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O setor do comércio a retalho registou uma quebra nas vendas em abril de 2014, segundo os números divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Em comparação com idêntico mês de 2013, o índice de volume de negócios recuou 0,2%.

O comércio de produtos alimentares sofreu uma quebra superior à média do setor, com uma variação homóloga negativa de 2,7%, enquanto a área não alimentar teve um comportamento positivo de 1,7%. Também o emprego seguiu uma progressão em baixa, com o respetivo índice a recuar 0,6% na comparação entre abril de 2014 e o mesmo mês do ano anterior.

As remunerações praticadas no comércio a retalho subiram 1,3% em abril, em termos homólogos, e o volume de trabalho, “avaliado pelo índice de horas trabalhadas ajustado de efeitos de calendário”, reduziu-se 1,6% em comparação com abril de 2013.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR