Chegou à praia. Estende a toalha, olha em volta e, cuidadosamente, vai retirando as camadas de roupa até estar de biquíni/fato de banho. Sente-se intimidada/o? Há quem, naturalmente, responda que sim. Mas não é caso para levar as mãos ao rosto em desespero: há cuidados de verão que podem ajudá-la/ajudá-lo.

Lillian Barros, portuguesa nascida no Canadá, é nutricionista de profissão. Está habituada a lidar com as questões que, por norma, fazem tremer muitos banhistas. Mas também é escritora. O seu primeiro livro chega esta sexta-feira ao mercado e oferece mais de 100 receitas de sumos e águas detox, que ajudam a emagrecer e a “viver com mais energia”. Vem mesmo a calhar, não vem? Retenção de líquidos e maus hábitos alimentares são alguns problemas que tornam o verão mais “pesado”. Por isso, e a pedido do Observador, Lillian Barros reuniu alguns conselhos para que cuide (melhor) de si.

 

Sumos e Águas Detox

Capa do livro Sumos e Águas Detox – Cedida por A Esfera dos Livros

 

Cenouras e gelatinas amigas do verão
Nas idas à praia, é importante levar, se possível, uma geleira ou um saco térmico. O que colocar lá dentro? Muita fruta e muita… fruta. “Estamos a gastar energia na praia, ao nadar, jogar à bola ou caminhar. Por isso, não há problemas em comer mais fruta”. Saladas frescas são boa uma opção, com ovo cozido ou delícias do mar, bem como sandes, desde que feitas com pão escuro e recheadas de proteínas magras, ou seja, bife de peru ou de frango. O importante é garantir que na sandes exista uma fatia de salada, entre outras sugestões saudáveis. “Numa refeição completa, metade desta deve ser composta por vegetais. É importante não desvalorizá-los. São ricos em minerais, vitaminas e água, e ocupam espaço no estômago”. Mas há mais: gelatinas frescas hidratam e têm baixas calorias e a cenoura ajuda na pigmentação da pele e protege-a contra os raios UV. Os alimentos crus, igualmente bons, mantém muitas das suas propriedades, que, quando em cozedura, perdem-se.

This picture taken on May 9, 2014 shows carrots on a supermarket display in Paris, France. AFP PHOTO /JOEL SAGET        (Photo credit should read JOEL SAGET/AFP/Getty Images)

AFP/Getty Images

 

Os gengibre e os granizados sem açúcar vão ajudá-lo a emagrecer
O metabolismo é a energia que gastamos para nos mantermos vivos. As pessoas com tendência para engordar têm um metabolismo mais lento e o mesmo acontece no sentido contrário. “A energia vem dos alimentos e alguns deles conseguem acelerar o metabolismo, o que pode facilitar o processo de emagrecimento”, explica Lillian Barros. Há ingredientes que conseguem alterar a temperatura corporal, o que obriga o corpo a gastar mais energia para a estabilizar e, consequentemente, tal acelera o metabolismo. O gengibre, sendo um termogénico, aumenta a temperatura e os alimentos gelados, bebidas frescas com gelos e granizados sem açúcar reduzem-na.

Gin Plymouth Navy Strength

Gengibre – Adelino Meireles / Global Images

 

Água e mais água, para hidratar
Há técnicas cujos benefícios se cruzam, é certo. Se por um lado as águas detox, quando bebidas frescas, contribuem para estimular o metabolismo, o seu poder hidratante é incontestável. Falamos de águas funcionais ou infusas, aromatizadas de forma natural com nutrientes baixos em calorias. São simples de preparar: basta juntar à água os ingredientes certos (pepino, folhas de hortelã, citrinos ou morangos, por exemplo) e deixar a fórmula “mágica” repousar durante a noite no frigorífico, para ser consumida no dia seguinte. Beber água, o grande calcanhar de Aquiles para muitos, garante a nutricionista, deixa de ser uma obrigação para ser um gosto.

p.212 agua_laranja_mirtilo_kiwi02

Água detox com laranja, mirtilo e kiwi – Edgar Rodrigues (cedido por Brio – Supermercado Biológico)

 

A importância das ervas e dos frutos vermelhos para combater a retenção de líquidos
Não falando só de água, que é “muito, muito, importante”, há outras técnicas a adotar. “Existem ervas que ajudam tanto na circulação, como na drenagem. A infusão de cavalinha é um bom exemplo e é fácil de encontrá-la em supermercados e ervanárias”. Ao contrário do chá verde, que é diurético e estimulante (pode subir a tensão e deixar as pessoas mais ansiosas por conter teína e cafeína), a infusão pode ser a melhor amiga para quem sofre do problema em questão. Os frutos vermelhos, bem como todos os antioxidantes, são importantes para a saúde vascular.

food|FOOD|Dishes|Fruit|Chocolate|Dessert|Mint,

Frutos vermelhos – Cover/Getty Images

 

Sumos detox
Os sumos detox estão na moda. Não há como o negar. Fazem parte da dieta de personalidades famosas, dentro e fora de fronteiras, mas ainda estão por ser definitivamente adotados no quotidiano das portugueses e dos portugueses. Isto é, segundo Lilian, as pessoas ainda têm muitas dúvidas e tentam informar-se cada vez mais. Talvez por isso, os sumos vão ganhar mais adeptos neste verão. Mas é importante (re)lembrar: as bebidas não são milagrosas. São, ao invés, uma forma eficiente de consumir alimentos saudáveis, baixos em calorias. “Ajudam-nos a emagrecer porque substituem refeições”, eliminam toxinas, são ricos em água e ajudam a limpar o organismo ao nível dos rins e dos intestinos, graças às fibras, cascas, vegetais e sementes que contêm. Lillian gosta, por isso, de chamá-los de sumos nutricionais.

Não existe um modelo único para os sumos e os ingredientes utilizados, sempre que possível biológicos, têm diferentes funções (os ingredientes verdes são mineralizantes e os rosas, como os frutos vermelhos, são antioxidantes). A bebida pode ser um complemento às refeições ou até mesmo substituí-las por completo até um máximo de três dias.

 

cropped-p.79b-ema_melancia_pimento_meloa_agriao

Sumo de melancia, pimento, meloa e agrião. Edgar Rodrigues (cedido por Brio – Supermercado Biológico)

Ingredientes:

2 fatias de melancia
1 meloa pequena
1/2 de pimento vermelho
1 curgete com casca
2 mãos cheias de canónigos
6 folhas de hortelã
1 a 2 colheres de sopa de trigo sarraceno ou sementes de linhaça moída
300 ml de água ou infusão de canela

Modo de preparação:
Lave muito bem os alimentos e descasque as frutas. Elimine as sementes e a zona branca interna do pimento. Coloque todos os ingredientes no copo da liquidificadora, junte cerca de 300 ml de água ou da sua infusão já fria.

Receita retirada do livro de Lillian Barros