Os empresários portugueses já podem exportar carne de porco para o Japão, anunciou a ministra da Agricultura, Assunção Cristas, que espera vir a concretizar a venda deste produto para a Coreia do Sul.

“Para o Japão, o dossier da carne de porco está concluído, isso quer dizer que os empresários portugueses já podem exportar porco para o Japão. No caso da Coreia do Sul, o assunto está muito bem encaminhado”, revelou a ministra da tutela à Lusa, a partir de Seul (Coreia do Sul).

Assunção Cristas, que falava no final de cinco dias de visita aos dois países, no âmbito do ‘Roteiro do Mar’, fez “um balanço muitíssimo positivo” desta deslocação, na qual a comitiva portuguesa se reuniu com dezenas de empresas que manifestaram interesse em investir na aquacultura e na agricultura portuguesas.

Além da aquisição de carne de porco, os dois países também mostraram interesse em investir na aquacultura em Portugal.

“Tivemos uma reunião específica com a associação japonesa de aquacultura e podemos atestar muito interesse dos empresários japoneses em conhecerem as oportunidades da aquacultura e em visitarem Portugal”, afirmou Assunção Cistas.

Certa de que haverá visitas de empresários japoneses a Portugal “num futuro muito próximo”, a ministra da Agricultura considerou que o facto de termos uma empresa japonesa que faz a engorda do atum — a Tunipex, no Algarve — vai contribuir para que outras possam deslocar-se ao nosso país.

Assunção Cristas revelou ainda que para além do ponto da situação feito com o Japão dos dossiers fitossanitários das aves a das cerejas, teve “uma belíssima reunião com o maior grupo empresarial da Coreia do Sul na área da restauração e das padarias” que manifestou interesse em adquirir vários produtos portugueses: porco preto, azeite, tomate e mexilhão.

“Na área de captação de investimento direto estrangeiro para Portugal fiquei muito otimista”, salientou a ministra da Agricultura.