O livro “Hard Choices” foi o pretexto para Jon Stewart levar Hillary Clinton ao Daily Show, mas a eventual candidatura da ex-primeira-dama norte-americana à Casa Branca esteve em cima da mesa do apresentador. A entrevista tornou-se “num teste satírico de aptidão à carreira”, refere a Reuteurs, e no final, acabou por concluir que Hillary Clinton está pronta para entrar em campanha.

O apresentador do mítico programa de televisão norte-americano demorou apenas alguns minutos a arrancar de Hillary Clinton aquilo que a América anda ansiosa por saber. Com uma espécie de quiz sobre os seus hábitos de trabalho, Jon Stewart questionou a ex-primeira-dama sobre o tipo de escritório que prefere para trabalhar: com cantos ou sem cantos (Stewart referia-se à Sala Oval do presidente norte-americano).

A resposta não tardou a abrir caminho para a especulação em torno da candidatura à presidência dos Estados Unidos da América (EUA) “Sabes, acho que o mundo já é tão complicado que quanto menos cantos (melhor)”, disse Clinton.

Hillary Clinton já tinha sido alvo dos media em junho, quando afirmou que tinha saído da Casa Branca, juntamente com Bill Clinton, sem dinheiro.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Stewart continuou, perguntando-lhe se gosta de ser criticada constantemente e Hillary respondeu: “Gostar é provavelmente a palavra errada. Esperar. Sobreviver. É algo que vem com o território, sim”, adiantou. No final, o apresentador arrancou gargalhadas da plateia, dizendo: “Então parece, se me permite, que já declarou [que vai concorrer à presidência dos EUA]

Hillary Clinton esteve na noite de terça-feira no mítico programa norte-americano de Jon Stewart, o “Daily Show”, a apresentar o seu mais recente livro “Hard Choices”. No mês passado, a ex-primeira-dama já tinha sido alvo dos media ao afirmar que ela e Bill Clinton tinham ficado “sem dinheiro” quando deixaram a Casa Branca, em 2001.