Norte:

A XIII Feira de Artesanato de Artesanato da Romaria d’Agonia abre as portas ao público este sábado, pelas 16h, no jardim público da marginal de Viana do Castelo. Nesta edição marcam presença 80 artesãos da região a trabalhar ao vivo, a que se juntam cinco artesãos convidados. A iniciativa, que serve simultaneamente de exposição e feira de artesanato tradicional e contemporâneo dos muitos artesãos da região, marca o início da programação da Romaria d’Agonia, a grande festa grande da cidade, que arranca oficialmente a 17 de agosto. Já falta pouco.

Mulher bonita mexe com o seu coração. Falamos, claro, de Seu Jorge, autor de uma das músicas mais badaladas dos últimos tempos, e que tem concerto marcado esta sexta-feira, às 22h, no Parque da Cidade do Porto. Os bilhetes custam 30 euros e vendem-se no local.

O cinema está Fora do Sítio no Porto, todas as sextas e sábados de agosto, às 22h, em sessões gratuitas e ao ar livre. Esta sexta-feira, no Jardim do Passeio Alegre, exibe-se “Transe”, filme de 2013 de Danny Boyle sobre um ladrão de arte que perde a memória. No sábado, o cinema instala-se nos jardins do Palácio de Cristal para exibir o filme de terror “The Quiet Ones – Experiência Sobrenatural”.

Se lhe der a vontade de comer uma francesinha, dirija-se à Alfândega do Porto. É lá que está a decorrer o festival gastronómico A’gosto no Porto. Cada semana do mês de agosto tem um petisco diferente para degustar, e neste caso é mesmo a francesinha a estrela do momento. Uma francesinha com batatas fritas custa nove euros.

Que tal uma viagem medieval em terra de Santa Maria da Feira? A feira medieval termina este domingo na cidade aveirense e desta vez é dedicada ao reinado de D. Sancho II, “rei deposto, sem governo, amigo e esposo atraiçoado”, escreve a organização. Um das novidades deste ano são os “Bilhetes Experiência” para que os vistantes possam usar trajes à época ou combater num torneio. Como sempre, há 33 hectares de terreno com 32 áreas temáticas e mais de 100 horas de animação. Para além de todas as atividades e recriações, o espaço conta com restaurantes e tasquinhas, onde o menu também é uma viagem ao passado. Bilhetes a partir dos dois euros.

Centro:

Se gosta de dançar, o Festival Andanças é um evento a não perder. Se acha que tem “pés de chumbo”, não vai sair de Castelo de Vide sem aprender pelo menos um estilo de dança. Até domingo é possível participar em várias atividades que vão de oficinas de dança a bailes, passando por conversas, passeios, exercícios de relaxamento e aquecimento, oficinas de instrumentos musicais, oficinas gastronómicas, cinema, teatro, circo e muito mais. Os motes são participar, aprender e partilhar.

Agosto é, por tradição, o mês em que muitos emigrantes regressam a Portugal. Em Ferreira do Zêzere, em Santarém, têm todos direito à Festa do Emigrante, onde de sexta a domingo há comes e bebes, espetáculos vários e muito convívio.

Na Marinha Grande, em Leiria, há Sound Waves, um festival onde as sonoridades eletrónicas vão dominar toda a noite de sábado, das 23h às 12h do dia seguinte. Há quatro pistas de dança, com áreas interiores e ao ar livre, e quase 30 artistas portugueses e internacionais, entre os quais Victor Calderone, Oliver Ingrosso e Carlos Manaça. Os bilhetes custam 20 euros.

A Feira de São Mateus começa a animar Viseu a partir desta sexta-feira e só se despede a 14 de setembro. O cartaz inclui 50 eventos e exposições, 30 tascas e restaurantes para provar os sabores de Portugal e 70 concertos, onde se incluem nomes como Xutos e Pontapés, Ana Moura, Tony Carreira, Blind Zero, Paulo Gonzo e João Pedro Pais. A Cava de Viriato terá, pela primeira vez, um programa de visitas guiadas. O Dão vai ser o vinho oficial da feira e haverá uma mostra dos concelhos do Alto Paiva, Dão e Lafões junto ao espelho de água. Recuperam-se também as tradições do fogo preso, logo no dia de inauguração, e do cinema na feira.

Sul:

Lisboa recebe um pouco de África no sábado, graças à Mostra de Artes Africanas. Das 14h às 24h, no Largo do Intendente, em Lisboa, a Mella Centre Lisboa e a Largo Residências vão divulgar e promover o trabalho
artístico existente em Portugal relacionado com África, através da venda e mostra de artesanato, espetáculos de capoeira, workshops de percussão e dança dos orishas, exibição de documentátios, dj set e uma performance de spoken word.

Na Gulbenkian, em Lisboa, o ciclo de concertos Jazz em Agosto termina no domingo. A boa notícia é que ainda há seis concertos para ver, tanto no auditório como ao ar livre. Sábado às 21h30, por exemplo, atuam os anglo-saxónicos Massacre, trio composto por Fred Frith, Bill Laswell e Charles Hayward que junta o experimentalismo da abordagem rock ao punk e ao tom libertário do free jazz. Para este concerto os bilhetes custam 20 euros.

Já subiu ao renovado Arco da Rua Augusta? Então marque na agenda a manha de sábado. É que entre as 9h e as 13h a subida ao Arco, e o acesso a uma vista de 360 graus sobre a rua Augusta, a ponte 25 de Abril, o Castelo, a Sé, a Praça do Comércio e o Rio Tejo, é livre.

As crianças vão poder dar a volta ao mundo em 80 dias, em apenas 60 minutos. É com esta peça de Júlio Verne que a companhia de teatro bYfurcação está no Museu Nacional de História Natural e da Ciência, em Lisboa, todos os sábados às 16h e domingos às 11h e às 16h, até 28 de setembro. O espetáculo é para crianças com mais de três anos, realiza-se ao ar livre e os bilhetes custam sete euros.

Nem só no mar se encontra peixe e marisco. O Largo José Afonso, no centro de Setúbal, recebe a nova etapa dos Festivais Super Gastronómicos, com cinco restaurantes responsáveis por preparar dezenas de propostas de mariscos, o inevitável choco frito e as sempre apetecíveis ostras da Reserva Natural do Estuário do Sado. Sessões de cozinha ao vivo com chefes reconhecidos pelo grande público, animação e música completam o festival, que pode ser visitado diariamente até 14 de agosto, das 18h às 24h.

O Algarve vai ser animado pela Feira Medieval de Silves, entre 8 e 17 de agosto, das 18h e a 01h. A 11.ª edição desta viagem no tempo terá como tema central “A Última Conquista”, mais precisamente o período que medeia os anos de 1191 a 1253. Haverá dois Torneios de Armas a Cavalo na Liça por dia: um primeiro às 20h e um segundo às 22h30, sempre na Praça Al-Mu’thamid. O Castelo acolhe o espetáculo Zaghareet – Fogo e Movimento, todos os dias, pelas 21h30. Os dias terminarão sempre com o Juízo de Alá, às 00h, no Largo da Colegiada. Como é habitual, os visitantes que se quiserem vestir a rigor podem alugar trajes por três euros. A entrada custa dois euros.