Mundo

Mais de 1.400 crianças vítimas de abuso em cidade inglesa

207

Pelo menos 1.400 crianças foram abusadas sexualmente em Rotherham ao longo de 26 anos sem que as autoridades locais tivessem feito nada para impedir os crimes. Relatório aponta as falhas dos serviços.

As autoridades não fizeram nada durante mais de 10 anos para proteger as crianças

Christopher Furlong/Getty Images

Um relatório independente encomendado pelo Rotherham Metropolitan Borough Council (RMBO) revelou que entre 1997 e 2013 pelo menos 1.400 crianças de Rotherham, no Reino Unido, foram vítimas de abuso sexual. Segundo o relatório publicado esta terça-feira, mais de um terço das crianças já estava referenciado pelos serviços sociais que se mostraram negligentes em relação a estes casos. Perante esta situação Roger Stone, presidente do RMVO 2003, disse que se demitiria com efeitos imediatos.

Os relatórios de 2002, 2003 e 2006 eram bastante claros em relação à situação de Rotherham, mas nem a polícia nem o Rotherham Metropolitan Borough Council tomaram qualquer medida para resolver a situação. O primeiro destes relatórios foi suprimido porque alguns membros das autoridades não acreditavam nos dados apresentados – subvalorizavam o número de crianças abusadas -, os outros dois completamente ignorados. A ação destes dois organismos só se tornou relevante nos últimos quatro anos, mas para muitas crianças já foi tarde demais. Mesmo assim em maio deste ano as autoridades tinham 51 casos de abusos sexuais de menores em mãos.

“[As crianças] foram violadas por múltiplos indivíduos, traficadas para outras cidades no norte de Inglaterra, sequestradas, espancadas e intimidadas. Há casos de crianças que foram mergulhadas em gasolina e ameaçadas de que lhes seria lançado fogo, ameaçadas com armas, obrigadas a assistir a violações brutais e ameaçadas que seriam as próximas se contassem a alguém”, revela o relatório independente agora conhecido.

Todas as crianças tinham entre 11 e 16 anos quando foram abusadas pela primeira vez. A maior parte dos casos reportados é de crianças do sexo feminino, mas o relatório sublinha que isto não significa necessariamente que existam menos casos de crianças do sexo masculino, apenas que não foram denunciados. Muitos jovens referem mesmo que não sabem se seriam capazes de denunciar a situação por sentirem vergonha e medo de serem separados dos familiares e amigos. As crianças sujeitas a exploração sexual eram, muitas vezes, ostracizadas e vítimas de bullying na escola.

As vítimas são, maioritariamente, britânicos caucasianos, enquanto os agressores são genericamente descritos pelas crianças como “homens asiáticos”. Estabelecer uma associação entre os agressores e os membros da comunidade paquistanesa foi a todo o custo evitada pelas autoridades, como se ignorar o problema o fizesse desaparecer. Membros da polícia e do RMBO fizeram os possíveis por diminuir a questão étnica, ou nem a referir de todo, com receio de serem acusados de racismo e de porem em risco a coesão social. Esta atitude acabou por influenciar também os técnicos dos serviços sociais.

Rotherham Metropolitan Borough Council está localizado no South Yorkshire, a norte de Inglaterra, e inclui não só a cidade de Rotherham, mas também Maltby, Rawmarsh, Swinton e Wath on Dearne. Mais de metade da região é área rural e a maior parte da indústria dos séculos XIX e XX desapareceu. Existem muitas pessoas a viver com privações e a taxa de desemprego é superior à média britânica, mas as desigualdades na região são acentuadas. Das 258 mil pessoas que vivem nesta área, 8% pertencem a minorias étnicas.

Nota: acrescentada informação sobre a postura das autoridades perante as questões étnicas.

Documentos

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: vnovais@observador.pt
Inovação

Transformação: o segredo da inovação /premium

Sebastião Lancastre

As sociedades caminham no sentido de desmaterializar o dinheiro, tornando-o invisível nas nossas vidas. Na Suécia há centenas de lojas que já dizem, à entrada, que não aceitam dinheiro físico.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)