As forças iraquianas chegaram à cidade sitiada de Amerli, no norte do Iraque, onde milhares de pessoas foram presas por jihadistas. As informações são avançadas por fontes militares. O avanço das forças acontece depois de os Estados Unidos da América terem realizado ataques aéreos durante a noite de sábado para domingo no Estado islâmico. Os EUA deixaram de fornecer ajuda humanitária, tal como o Reino Unido, França e Austrália.

Cerca de 15 mil xiitas turcomanos estiveram cercados em Amerli por militantes do Estado Islâmico durante dois meses. Fonte militar disse à BBC Árabe que o exército iraquiano e as milícias de voluntários chegaram a Amerli este domingo.

Quinze apoiantes do Estado islâmico disseram ter sido capturados. A operação para resgatar a cidade de Amerli começou no sábado quando a aliança entre as forças do governo iraquiano, as milícias xiitas e curdas iniciou um ataque em duas frentes contra a posição do Estado islâmico. Aviões americanos e iraquianos fizeram a cobertura aérea da área.