Segundo a mesma fonte, os meios que se encontram no local contam com “boa visibilidade”, sendo que o tamanho das ondas também diminuiu em relação a terça-feira.

O banhista encontra-se desaparecido desde as 11:30 de terça-feira, hora a que, segundo o relato de algumas testemunhas às autoridades, “passeava à beira mar, juntamente com uma mulher”, tendo “ambos sido arrastados por uma onda”.

O casal passeava numa zona não vigiada da praia cuja área concessionada tinha a bandeira vermelha hasteada devido à forte ondulação.

A mulher, de 55 anos, foi resgatada com vida pelos nadadores salvadores e foi assistida no Hospital Santo André, em Leiria, de onde já teve alta.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Já o homem “nunca mais foi visto”, apesar de as buscas efetuadas terem contado, entre as 13:00 e as 16:00, com o apoio de um helicóptero da Força Aérea e de “o mar ter ondas muito grandes mas não vagas que impedissem a visibilidade”, sublinhou o capitão do porto.

Nas primeiras buscas estiveram envolvidos os bombeiros da Nazaré, que deslocaram para o local uma equipa de mergulhadores e uma embarcação, a que se juntou mais uma embarcação e uma mota de água do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN).