A marca coreana chama a este evento “Unpacked”, servindo como rampa de lançamento para a IFA, a feira de tecnologia de Berlim. O evento é tão importante que decorre hoje à tarde em simultâneo em Berlim, Nova Iorque e Pequim — funciona tradicionalmente para os lançamentos da gama Galaxy Note, mas desta vez deverá ser mais diversificado.

O Galaxy Note 4 é a novidade que já se conhece, mas ainda sem grandes detalhes. Os mais otimistas apontam para uma caixa de metal, um ecrã de 5.7 polegadas QHD com 2560×1440, uma câmara de 16 megapíxeis e um novo processador Qualcomm Snapdragon 805. Deverá incluir ainda o scanner de impressão digital e o medidor de batimento cardíaco que já existe noutros aparelhos topo de gama da marca.

Há muita especulação sobre o que vai ser anunciado neste novo aparelho, até porque a concorrência é séria. Para a semana a Apple vai anunciar os novos smartphones e deve entrar na corrida dos “phablets” (um smartphone que é tão grande que é quase um tablet). Este mercado foi praticamente inventado pela Samsung quando lançou o primeiro Galaxy Note — e as novas gerações têm trazido evoluções muito interessantes aos produtos. Agora, com o modelo 4, a competição sobe de tom e a qualidade também, aumentando a oferta para o consumidor. Certo é que a Samsung aposta forte neste modelo, tendo lançado já um vídeo promocional que demonstra isso mesmo.

https://www.youtube.com/watch?v=tPzaPI418_0

Apesar de a Samsung ser a maior produtora de smartphones, não esgota aí a sua atividade. E tem alargado o espetro de intervenção, sendo de esperar novidades noutras áreas também. Em destaque estarão certamente os “wearables”, produtos tecnológicos que são usados com acessórios no corpo e que se espera que vejam uma adesão massiva em 2015. Assim, o Gear S será a primeira confirmação da marca nesta área — é um “relógio inteligente” (smartwatch) que mantém o desenho da gama mas incorpora já um cartão SIM para utilizar a potencialidade do 3G de forma autónoma; conta também com um sistema operativo da própria Samsung, o Tizen, o que lhe permite explorar de forma melhorada recursos como o gps ou a bússola.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Ao mesmo tempo poderão surgir novidades no campo da realidade virtual. A Samsung fez uma parceria com o Facebook para desenvolver a Oculus e isso trará inovação numa área para onde se espera muito crescimento. E também se fala de um produto para competir com os muito afamados Google Glass, explorando a interação com os restantes produtos da Samsung. Muitas expectativas para confirmar hoje no evento Unpacked, que o Observador vai acompanhar.

O Observador viajou para Berlim a convite da Samsung