Um estabelecimento comercial localizado na estação Escuela Militar, em Santiago, no Chile, foi alvo de um atentado à bomba, do qual resultaram oito feridos, dois deles em estado grave, avança o diário chileno La Tercera.

Mahmud Aleuy, o sub-secretário do Interior, informou que o veículo usado na fuga após o atentado já está identificado. O diário El Mercúrio informa que se trata de um chevrolet. “[O terrorismo] é uma coisa que o governo não vai permitir e vamos perseguir aqueles que tentaram assassinar as pessoas que estavam a almoçar e a trabalhar”, garantiu.

Michelle Bachelet, a presidente do país, convocou um conselho operativo de segurança após o atentado. O centro comercial foi evacuado após a explosão e encerraram a estação de metro em causa. Pode ver aqui algumas fotografias do que sucedeu após o atentado.