Um complexo interior com 400 metros quadrados vocacionado para a prática de escalada vai abrir em Lisboa no mês de outubro, constituindo um espaço desenhado para responder às necessidades dos iniciados e também para diversão dos mais experientes.

O “Vertigo” surgiu por iniciativa de Nuno, médico, de 41 anos, e de Tiago, de 26 anos, licenciado em Relações Internacionais. Além da amizade, o que também os une é o gosto pela escalada, modalidade desportiva que ambos praticam há cerca de dez anos.

“Como escalador sentia falta de um espaço como este, acho que todos os escaladores sentiam, porque Lisboa era a única capital europeia sem um espaço para escalada interior, ou seja, um rocódromo”, afirmou Tiago.

Afirmando-se empreendedor, ambicioso e com iniciativa, Tiago, que já era treinador de escalada, decidiu criar um projeto há três anos que junta “o útil ao agradável”.

“Achei que era uma boa oportunidade de negócio. Foi um percurso longo e eu tive a sorte de encontrar o Nuno, um grande amigo que partilhava o mesmo desejo de criar o melhor espaço possível de escalada ‘indoor'”, contou.

Em vésperas de abrirem as portas do espaço, localizado junto ao Tejo, os dois amigos ultimam os preparativos para receber os que gostam de escalar, mas também aqueles que não se atrevem.

O “Vertigo” servirá para treino dos mais experientes, mas também terá cursos de iniciação à escalada para aqueles que gostam da modalidade mas têm medo de alturas.

“Queremos que seja um espaço em que qualquer pessoa, escalador ou não, se sinta bem. Um espaço de treino, com condições de escalar, mas também um espaço de lazer”, acrescentou Tiago.

Este responsável rejeita, ainda, a ideia de que o rocódromo é apenas um espaço útil no inverno.

“Funciona como qualquer outro ginásio, mas é uma maneira diferente e original de praticar desporto, nomeadamente uma das modalidades desportivas mais saudáveis”, sustentou.

O “Vertigo” é indicado àqueles que partilham o gosto pelo desporto, nomeadamente pela escalada, e que não têm de estar condicionados às condições meteorológicas para poderem praticar. No entanto, é também um desafio para quem tem medo de alturas.

Com uma parede de 4,80 metros de altura e uma área escalável de 300 metros quadrados, o chão é praticamente todo forrado com colchões e, por isso, os promotores garantem todas as condições de segurança e prometem aos visitantes muita diversão.

A inauguração do novo rocódromo de Lisboa está marcada para o próximo sábado.