A seleção portuguesa de futebol de sub-21 defronta esta quinta-feira, em Alkmaar, a congénere da Holanda, em jogo da primeira mão dos “play-offs” de qualificação para o Europeu de 2015 da categoria, no qual não marca presença desde 2007.

A equipa orientada pelo selecionador Rui Jorge viajou para a Holanda sem várias das suas principais referências, como os médios André Gomes, João Mário e William Carvalho, chamados à seleção principal para os jogos em França e na Dinamarca, Bruma e Edgar Ié, lesionados.

Após um percurso perfeito na fase de grupos, com oito vitórias em igual número de jogos, a equipa lusa vai defrontar o adversário mais poderoso que lhe poderia calhar em sorte nos “play-offs”, que já se sagrou campeão por duas vezes, em 2006, precisamente, em Portugal, e no ano seguinte, em casa.

Com seis presenças na fase final do Europeu de sub-21, a seleção nacional obteve o melhor resultado em 1994, ao terminar no segundo lugar, apresentando um balanço desfavorável no confronto direto com os holandeses: em 10 confrontos, venceu apenas dois jogos, empatou quatro e perdeu quatro.

Depois do confronto de hoje, com início às 18h30 (17h30 em Lisboa) e que será arbitrado pelo grego Tasos Sidiropoulos, as duas seleções voltam a encontrar-se na terça-feira, a partir das 17:00, em Paços de Ferreira, onde discutirão a presença na República Checa, em 2015.