No Estádio Parken, em Copenhaga, o “capitão” da seleção lusa apontou o seu 51.º golo na seleção “AA”, ao 116.º encontro, aos 90+5 minutos, quando respondeu de cabeça, a meias com Simon Kjaer, a um centro da direita do suplente Ricardo Quaresma.

Em encontros a contar para o campeonato da Europa, Cristiano Ronaldo passou a somar 22 golos, seis dos quais em fases finais, dois em Portugal (2004), um na Áustria e Suíça (2008) e três na Polónia e Ucrânia (2012).

Nas fases finais, o “7” luso apenas é batido pelo francês Michel Platini (nove) e o inglês Alan Shearer (sete), estando empatado com o compatriota Nuno Gomes, os holandeses Patrick Kluivert e Ruud van Nistelrooy e o gaulês Thierry Henry.

Juntando a qualificação, e segundo as contas da UEFA, Ronaldo não tem qualquer jogar à frente, tendo igualado o já retirado Jon Dahl Tomasson. Deixou para trás o irlandês Robbie Keane, o checo Jan Koller e o turco Hakan Sukur, todos com 21.

No que respeita em exclusivo à seleção lusa, o jogador do Real Madrid reforçou a liderança, somando agora mais quatro golos do que Pauleta (51 contra 47). O terceiro da lista é o “rei” Eusébio, com 41.

Em 2014/15, Cristiano Ronaldo somou o primeiro golo por Portugal, ao segundo jogo (tinha ficado em “branco” no sábado, no desaire por 2-1 em França), depois de 17 pelo Real Madrid, em apenas 11. No total, conta 18, em 13 encontros.