Uma menina de 13 anos morreu esta sexta-feira na sequência do incêndio ocorrido num edifício do Bairro do Zambujal, na Amadora, disse à Lusa fonte oficial do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca.

A mesma fonte acrescentou que a menina, que foi a única pessoa a sofrer ferimentos no incêndio, chegou já sem vida à unidade, também conhecida como Hospital Amadora-Sintra.

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa tinha já informado haver um ferido grave no local, na freguesia de Alfragide, além de oito desalojados.

De acordo com a mesma fonte, o incêndio foi dominado às 04:14, entrando em fase de rescaldo minutos depois. Os trabalhos de socorro foram concluídos pelas 06:00.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O incêndio ocorreu no segundo andar de um prédio de cinco andares, não tendo sido necessária a evacuação do edifício, de acordo com fonte do CDOS.

No local estiveram elementos dos bombeiros da Amadora, PSP e Proteção Civil Municipal.

O responsável da Proteção Civil da Amadora, Luís Carvalho, referiu que as causas do incêndio ainda não são conhecidas e indicou que as chamas terão deflagrado no quarto dos pais da vítima mortal.