A vinda de Ronaldo à ilha que o viu nascer foi confirmada à agência Lusa por uma fonte do Jornal da Madeira (JM), o promotor do monumento em homenagem do “melhor futebolista do mundo”.

De acordo com o jornal regional, o objetivo do programa promovido pelo Jornal da Madeira “é homenagear um madeirense de eleição” e assegurar que “o seu nome fique gravado para sempre e seja lembrado pelas gerações futuras”, sobretudo pelo seu contributo para a divulgação desta região no panorama mundial.

O mesmo responsável do Jornal da Madeira acrescentou que será uma “singela homenagem” a alguém que “representa o orgulho madeirense, cá dentro e no mundo” e é um exemplo da “força vencedora de um ilhéu em diferentes países”.

“Ronaldo é uma referência que aproxima pessoas e aglutina vontades”, acrescentou, sublinhando que o investimento da empresa Jornal da Madeira neste programa de homenagem “ao mais conhecido filho da terra, conta com a envolvência de diversos apoios, não representando qualquer custo a ser imputado” à empresa JM.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A fonte recusou, contudo, adiantar mais pormenores deste programa promovido pelo jornal regional relacionados com deslocação de Cristiano Ronaldo à Madeira, apontando que serão revelados posteriormente.

O Jornal da Madeira inclui na sua edição de hoje um destacável de oito páginas dedicadas exclusivamente ao jogador que nasceu na freguesia de Santo António, no concelho do Funchal.

Durante esta visita à Madeira, Cristiano Ronaldo, que tem nesta ilha onde nasceu um museu onde mostra os conquistados durante a sua carreira, também receberá uma condecoração atribuída pelo governo madeirense, que o distingue por ter sido considerado mais uma vez como o “Melhor do Mundo”, numa cerimónia que terá lugar na Assembleia Legislativa da Madeira.

A 06 de fevereiro deste ano, o presidente do parlamento madeirense, Miguel Mendonça, anunciou que a Comissão Permanente do parlamento regional decidira, por unanimidade, atribuir ao futebolista internacional português o Cordão Autonómico de Distinção, a mais alta condecoração desta Região Autónoma.

A entrega da insígnia, que é atribuída a “pessoas de real mérito e que personifiquem exemplo para a sociedade”, tinha “data imprevisível” e ficou dependente da disponibilidade do futebolista.

Cristiano Ronaldo é o único jogador português candidato à Bola de Ouro 2014, numa lista que inclui 23 nomes de futebolistas bem conhecidos dos portugueses como Angel Di Maria.

O jogador, que conquistou o prémio em 2008 e 2013, venceu também a Bota de Ouro (melhor marcador dos campeonatos europeus), com 31 golos.