Obrigado por ser nosso assinante. Usufrua de leitura ilimitada deste e de todos os artigos do Observador.

A Oi confirmou nesta segunda-feira ter recebido uma proposta firme para a compra de ativos da PT Portugal. A oferta feita pelo fundo Altice valoriza a PT Portugal em 7025 milhões de euros. A proposta já foi enviada ao conselho de administração da Oi que irá analisar e decidir sobre os seus termos, afirma a empresa brasileira em comunicado.

A oferta da Altice inclui apenas a operação portuguesa da PT, excluindo outros ativos como a Unitel e a Timor Telecom. De fora ficam igualmente a dívida da PT Portugal e os investimentos da PT SGPS na Rioforte, no valor de 900 milhões de euros, que dificilmente serão recuperados dada o processo de insolvência da empresa do Grupo Espírito Santo (GES).

A proposta prevê, ainda, dois pagamentos diferidos de 400 milhões de euros, sujeitos à geração de receitas futuras. As ações da PT SGPS reagiram em forte alta a esta proposta. A holding cotada em Portugal controla a participação na Oi e o empréstimo à Rioforte. Os restante ativos da PT, incluindo a PT Portugal, foram incorporados na operadora brasileira, no quadro da fusão. A francesa Altice controla em Portugal a Cabovisão e a Oni.

 

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR