O presidente da UEFA, Michel Platini, voltou a afirmar que “em ano de Mundial, a Bola de Ouro deveria ser entregue a um jogador campeão do Mundo”, excluindo assim o principal favorito à conquista do troféu, o português Cristiano Ronaldo.

Já em outubro deste ano Platini fez as mesmas declarações, excluindo perentoriamente Cristiano Ronaldo: “Eu não voto, mas vocês sabem o que eu penso. Normalmente, em ano de Mundial o prémio deveria ser para quem se destacasse nessa competição. Portugal e Cristiano Ronaldo não brilharam, quem ganhou foi a Alemanha, e a seleção alemã tem vários jogadores de topo. Foi assim até 2010, ano em que Messi ganhou sem ter feito um grande Mundial, por isso já nada é certo. Mas nenhuma dúvida de que Cristiano Ronaldo é um dos melhores jogadores do mundo, a par de Messi”.

Esta quarta-feira, em Madrid, acrescentou que esta já é a sua opinião há alguns anos: “Vários futebolistas mereceriam a Bola de Ouro, mas sou da opinião de que, em ano de Mundial, este prémio deveria ir para um campeão do Mundo. Isto está em consonância com o que disse há quatro anos, quando, na minha opinião, o prémio deveria ter sido outorgado a um jogador espanhol”, disse Michel Platini em entrevista hoje à agência espanhola EFE.

Platini enalteceu a atuação das seleções europeias no Mundial do Brasil de 2014, em especial da campeã, a Alemanha, afirmando que o valor demonstrado na prova será reconhecido na cerimónia de atribuição dos prémios na gala da Bola de Ouro, em que se distinguem os melhores futebolistas do ano, a 12 de janeiro.

O presidente da UEFA encontra-se em Madrid para uma reunião com membros de várias federações de futebol da Europa.

O avançado português do Real Madrid Cristiano Ronaldo já venceu este prémio em duas ocasiões, a última das quais em 2013, e é considerado um dos principais favoritos à conquista do troféu deste ano. Outros nomes apontados como potenciais vencedores incluem o guarda-redes titular da seleção campeã do Mundo e do Bayern Munique, Manuel Neuer, e o do avançado Lionel Messi, vice-campeão do Mundo pela Argentina.

A Bola de Ouro, prémio atribuído pela revista France Football e pela FIFA, é atribuída por votação dos selecionadores e capitães das equipas nacionais e jornalistas.