759kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

5 de Outubro

História

Escândalos da inconsciência  

Não se imaginaria que a tão apagada celebração da nossa não democrática implantação republicana se deixaria deslustrar por um simples casamento transmitido televisivamente.
Causa Própria

Celebrar o 25 de novembro: sim ou não?

Arménio Carlos, ex-deputado do PCP, diz que 25 de Novembro "não representa liberdade". No PSD, Tiago Moreira de Sá refere que "devemos celebrar todas as datas que assinalam a revolução democrática".
Semáforo Político

SNS. Pré-falência do sistema urgentocêntrico?

Vermelho para urgências do Santa Maria. Com incapacidade de resposta do SNS, "joia que o país tem", "temos motivos para estar preocupados". Ainda, "PS não quer desagradar amigos da extrema esquerda"
Contra-Corrente

Como o 5 de Outubro se converteu em 25 de Novembro

Habitualmente o discurso de que se fala num 5 de Outubro é o do Presidente da República. Ontem foi o do presidente da Câmara de Lisboa que ganhou projecção e por causa do 25 de Novembro. Não por acaso
5 de Outubro

Entrelinhas. Moedas ao ataque, Marcelo controlado

Nos discursos do 5 de Outubro, Moedas voltou a atacar Costa e a afrontar a esquerda (usando o 25N como arma de arremesso). Marcelo poupou desta vez o Governo, apesar de pedir "reformas a sério".
Noticiário

13h. Moedas pede à política para virar a página

Nas comemorações do 5 de outubro, Carlos Moedas pede uma nova forma de política para os portugueses. Ainda neste jornal, em reação ao discurso do PR, PSD fala de um PM "descolado" do país real.
Noticiário

11h. Arrancam as comemorações do 5 de Outubro

Foi há 113 anos. Uma efeméride comemorada em Lisboa, na Praça do Município. Ainda neste jornal, Zelensky já chegou ao local onde vai decorrer a Cimeira da Comunidade Política Europeia.
Noticiário

7h. Passaram 113 anos da Implantação da República

A cerimónia vai decorrer em Lisboa e contar com o tradicional discurso do Presidente da República. Ainda neste jornal, Governo disposto a fazer injeções extraordinárias no sistema elétrico e do gás.
5 de Outubro

Devemos celebrar o 5 de Outubro de 1910?

Ao ser uma imposição forçada que visa dividir, o 5 de Outubro de 1910 não é consensualmente reconhecido como sendo historicamente benéfico para Portugal e não é um factor de união entre os portugueses
5 de Outubro

Efemérides e outras coisas

A ingenuidade do rei, o faz de conta dos cortesãos, as dissensões dos monárquicos e o não me comprometas dos restantes ditaram a sorte. Na madrugada do dia 5 de Outubro era proclamada a República.
A Sexta Coluna

5 de Outubro: do primeiro ao último

Neste último 5 de Outubro, Portugal já não está na dianteira de coisa nenhuma, nem da constituição do Estado, como em 1143, nem do republicanismo europeu, como em 1910.
Contra-Corrente

5 de Outubro. Presidente foi outro: Carlos Moedas

Quando terminou a sessão comemorativa do 5 de Outubro muitos ficaram com a sensação de que por fim tínhamos visto um presidente como deve ser, só que esse presidente não foi Marcelo, foi Carlos Moedas
E o vencedor é...

BMW de que Ventura tanto fala, afinal, são da TAP

Ventura anda há anos a falar dos que recebem apoios e têm BMW à porta. Talvez estivesse a falar dos diretores da TAP. Comemorámos o regime para assinalar o 5 de Outubro, mas o que há para celebrar?
O Bom, o Mau e o Vilão

De optimista irritante a optimista delirante

Marcelo e Carlos Moedas (que recusaram fantasias históricas), António Costa (que acha que está tudo bem na economia) e a administração da TAP (que tem de mostrar contenção) são o Bom, o Mau e o Vilão.
5 de Outubro

Chega diz que faltou certa autocrítica ao PR

O líder do Chega considerou que faltou uma "certa autocrítica" na mensagem do 05 de Outubro do Presidente da República por "permitir consecutivos erros e excessos" por parte do Governo do PS.
Noticiário

17h. PSD: Discurso foi um alerta para populismos

O líder social-democrata diz que este é um Governo que “tem de deixar de estar à deriva” e que o sinal de Marcelo foi para que o Executivo possa “arrepiar caminho”.
Noticiário

16h. Presidente da República esclarece discurso

O Presidente da República afirmou que “o que quis dizer foi: não tenham medo, que não vai acontecer o que aconteceu à Primeira República". O Chefe de Estado nega qualquer recado a António Costa.
Noticiário

15h. Carlos Moedas diz que é precisa audácia

Carlos Moedas considera que é preciso ação para que o país cresça de forma sustentada e que se não for o Estado Central a fazer a diferença, a responsabilidade terá de recair nos municípios.
5 de Outubro

Moedas: presidente em Lisboa, oposição a São Bento

É a primeira vez que Moedas participa com o colar de autarca ao peito, mas manteve os socialistas como alvo. Numa mão, os tiros à oposição interna na autarquia; na outra ao Governo de António Costa.
5 de Outubro

5 de Outubro. Entrelinhas do discurso de Marcelo

No discurso do 5 de Outubro, o Presidente exigiu mais qualidade da democracia, após casos polémicos no Governo. E voltou a lembrar que pode, a qualquer momento, dissolver o Parlamento.
Noticiário

14h. PR alerta para erros cometidos em democracia

No discurso nas cerimónias do 5 de outubro, o Presidente da República recorda os perigos de viver em ditadura. Ainda neste jornal, Ucrânia junta-se a Portugal e Espanha na candidatura ao Mundial 2030.
Emissão Especial

"PR deixou claramente um aviso ao Governo"

O colunista do Observador considera que o discurso do Presidente foi "interessante", mas precisa de "análise política". André Azevedo Alves considera que foi deixado "um aviso ao Governo".
Emissão Especial

"É preciso democracia com controlo de abusos"

O discurso do Presidente da República nas cerimónias do 5 de outubro. Marcelo Rebelo de Sousa relembra ainda que atualmente "o Presidente dispõe do poder de vetar leis e dissolver o Parlamento".
Emissão Especial

"Uma verdadeira República não é de um partido"

O discurso do Presidente da Câmara de Lisboa nas cerimónias do 5 de outubro. Carlos Moedas sublinha que "o futuro exige ação, não inação ou reação", e pede audácia para enfrentar os desafios do país.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.