Um homem morreu na passada quinta-feira no Hospital de São Bernardo, em Setúbal, na sequência da troca de soro por oxigénio. O caso já foi entregue à Polícia Judiciária que está neste momento a investigar.

O septuagenário, segundo a SIC, estaria a recuperar de uma cirurgia a uma hérnia e foi encontrado morto, ainda no serviço de cirurgia, com a máscara tirada e o tubo do balão de oxigénio posto no cateter do soro. Pelas dúvidas levantadas pela morte, e pela estranheza do ocorrido, o hospital acabou por pedir ajuda à PJ.

O Observador procurou saber mais detalhes sobre o caso mas fonte oficial do Centro Hospitalar de Setúbal, EPE (que inclui o Hospital de São Bernardo e o Hospital Ortopédico Sant’Iago do Outão) remeteu para o comunicado onde apenas “informa que o óbito ocorrido com um doente internado no Hospital de São Bernardo, dia 22/01/2015, foi participado às entidades judiciais, estando em segredo de justiça”.