O Mónaco, de Leonardo Jardim, ficou hoje mais perto de garantir o apuramento para os quartos de final da Liga dos Campeões de futebol, ao vencer fora o Arsenal, por 3-1.

No outro encontro que hoje encerrou a primeira mão dos oitavos de final, o vice-campeão Atlético de Madrid perdeu por 1-0 no terreno do Bayer Leverkusen, que, tal como o Mónaco, esteve no grupo do Benfica na primeira fase.

Com João Moutinho no ‘onze’, os monegascos sentiram algumas dificuldades nos minutos iniciais em Londres, mas depois conseguiram organizar-se e praticamente anularam as ações ofensivas do Arsenal.

O francês Geoffrey Kondogbia inaugurou o marcador aos 38 minutos, num remate de longe, após passe de Moutinho, com a bola a tabelar no alemão Per Mertesacker, o que impediu qualquer hipótese de defesa ao colombiano David Ospina.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Já na segunda parte, a concluir um eficaz lance de contra-ataque, o experiente Dimitar Berbatov fez o 2-0 para a equipa de Leonardo Jardim, aos 53 minutos.

O Arsenal ainda conseguiu reduzir, no primeiro minuto dos descontos, graças a um excelente remate de fora da área de Alex Oxlade-Chamberlain.

Contudo, o português Bernardo Silva, entrado minutos antes, após um excelente pormenor individual, lançou o belga Yannick Ferreira-Carrasco, que fez o 3-1 para o Mónaco, praticamente no último lance da partida.

O Mónaco não atinge os quartos de final da prova ‘milionária’ desde 2003/04, época em que chegou à final, perdendo para o FC Porto.

Em Leverkusen, o Bayer conseguiu a vantagem mínima para a segunda mão, graças a um golo do turco Hakan Calhanoglu, aos 57 minutos, que interrompeu uma série de 524 minutos sem sofrer golos do Atlético de Madrid na ‘Champions’.

O campeão espanhol perdeu dois importantes jogadores para a segunda mão, com o defesa uruguaio Diego Godín a completar uma série de amarelos e o médio português Tiago a ser expulso por acumulação, aos 76 minutos.

Os ‘colchoneros’ ainda viram o ex-benfiquista Siqueira e o médio Saúl Níguez saírem lesionados na primeira parte.