O Sporting Clube de Portugal (SCP) fechou o semestre terminado em 31 de dezembro com lucro de 23,7 milhões de euros, mais 536% do que o verificado no mesmo período do ano anterior (3,7 milhões de euros).

Em documento divulgado ao início do dia, no sítio da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários na Internet, o SCP explica a subida com a melhoria ocorrida a nível dos rendimentos e ganhos operacionais, principalmente devido à participação na Liga dos Campeões.

No primeiro semestre do ano 2014/2015, que vai de 01 de julho a 31 de dezembro, o clube faturou 32,9 milhões de euros em vendas e prestações de serviços, excluindo transações com jogadores, que comparam com 16,7 milhões de euros no semestre homólogo de 2013/14.

As transações com jogadores permitiram uma receita de 20 milhões, acima dos 17,7 milhões do semestre terminado em 31 de dezembro de 2013.

Álvaro Sobrinho é o principal acionista individual do SCP, com 29,851% do capital, através da Holdimo, seguido por Joaquim Oliveira, com 3,186%, via Olivedesportos.