O antigo árbitro Pierluigi Collina e os ex-futebolistas Cafú, Barthez, Seedorf e Edwin van der Saar já confirmaram que se juntarão ao francês Zinedine Zidane e ao brasileiro Ronaldo no jogo contra a pobreza a realizar em França.

Zidane e Ronaldo, o ‘fenómeno’, são embaixadores da Boa Vontade do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (UNDP) e irão constituir uma equipa com outras antigas estrelas do futebol mundial para defrontar outra, no dia 20 de abril, formada por antigos jogadores do Saint-Étienne para impulsionar os esforços de combate ao vírus do ébola.

O jogo decorrerá no estádio Geoffrey-Guichard, em Saint Étienne, e será dirigido pelo lendário árbitro italiano Pierluigi Collina, o que sucederá pela décima vez em doze edições já realizadas.

“É uma honra estar em campo com tantos jogadores fantásticos para contribuir na luta contra o ébola”, disse Collina, que espera “uma noite memorável” em que todos “desfrutem do futebol de gala” e contribuam com o seu donativo para uma “iniciativa de inquestionável valor”.

Dois terços da receita do jogo reverterão para ajudar países como a Guiné-Conacri, Libéria e Serra Leoa, que foram mais atingidos pela epidemia, enquanto o restante terço será canalizado para a Associação “ASSE Coração-Verde”, que desenvolve projetos sociais em Saint-Étienne.

Os primeiros ex-jogadores que já confirmaram a presença na equipa de Zidane e Ronaldo foram o brasileiro Cafú, os holandeses Clarence Seedorf e Edwin van der Saar e os franceses Eric Abidal, Robert Pires, Yuri Djorkaeff e Fabian Barthez.