O Presidente norte-americano, Barack Obama, anunciou nesta terça-feira uma ajuda humanitária adicional de 200 milhões de dólares para o Iraque e destacou a recuperação de territórios daquele país que eram anteriormente controlados pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI). O anúncio desta ajuda adicional, que ronda os 187 milhões de euros, foi feito por ocasião da visita do primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, à Casa Branca, em Washington.

Entre outros assuntos, os dois líderes debateram os desenvolvimentos da campanha militar internacional contra os ‘jihadistas’ do EI no território iraquiano. Em declarações aos jornalistas, o Presidente norte-americano destacou os “progressos muito importantes” que estão a ser alcançados pelas forças aliadas, lideradas pelos Estados Unidos, e pelas tropas iraquianas.

Obama mencionou os dados divulgados na segunda-feira pelo Pentágono (Departamento de Defesa norte-americano) que referem que, desde o início da campanha militar em meados do ano passado, já foram recuperados cerca de 25% dos territórios iraquianos que estavam sob o controlo dos ‘jihadistas’ do EI.

O Presidente norte-americano agradeceu ainda a Haider al-Abadi por estar a cumprir o compromisso de tornar o Governo do Iraque mais inclusivo.