Resposta: Não. O que decorre do direito ao desporto é o dever de o Estado adotar políticas de apoio da prática de desporto (artigo 79.º, n.º 2), cuja escolha, em concreto, compete ao legislador democraticamente eleito.