Cerca de 200 pessoas marcharam hoje em Londres numa manifestação contra a austeridade. O protesto, que não estava marcado, aconteceu sob a bandeira da The People’s Assembly Against Austerity.

Após confrontos com a polícia, em que alguns manifestantes atiraram cones de trânsito contra as autoridades, 17 pessoas foram detidas. Segundo escreve o The Guardian, têm idades entre os 16 e os 45 anos. Não demorou até saírem todos em liberdade, à exceção de um manifestante de 24 anos que continua detido por suspeitas de ter agredido um agente da autoridade.

“A maior parte das pessoas que se manifestaram fizeram-no de forma pacífica. Contudo, uma pequena e violenta minoria quis causar a desordem”, disse ao The Guardian Gerry Campbell, da polícia londrina.

Além disso, um monumento que honra as mulheres que participaram na Segunda Guerra Mundial foi vandalizado com um graffiti pouco elogioso para o Partido Conservador, que venceu as eleições do Reino Unido na quinta-feira com 36,9% dos votos: “Fuck Tory scum”. As autoridades já estão investigar este incidente.

A People’s Assembly Against Austerity tem uma manifestação marcada para dia 20 de junho. A manifestação acontecerá em frente ao Banco de Inglaterra, em Londres.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR