As temperaturas máximas vão subir entre dois e cinco graus Celsius a partir desta quarta-feira em todo o território do continente, disse à agência Lusa o meteorologista Ricardo Tavares, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

“As temperaturas máximas vão começar a subir a partir de hoje, sendo a subida mais significativa na quinta-feira. Estamos a prever uma subida entre dois e cinco graus um pouco por todo o território do continente”, disse à Lusa o meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Ricardo Tavares, esta quarta-feira vai ainda ser marcada por vento de oeste forte, com rajadas que em algumas zonas podem aproximar-se dos 70 quilómetros por hora. “Para já, o aviso amarelo para vento forte que tinha sido emitido pelo IPMA terminou às 07h00 desta quarta, mas ainda vamos ter algum vento durante todo o dia”, adiantou.

Ricardo Tavares explicou que para esta quarta-feira está previsto céu pouco nublado, vento moderado a forte, descida da temperatura mínima e subida da máxima no litoral da região centro. “Na quinta-feira vamos ter então uma subida da temperatura máxima mais significativa, um pouco por todo o território e com céu limpo. Para hoje estão previstos 22 graus em Lisboa e quinta-feira 27”, explicou.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Quanto ao aviso amarelo de agitação marítima forte emitido pelo IPMA para os distritos de Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro, Ricardo Tavares disse que vão terminar até ao final da manhã desta quarta-feira. “Nos distritos de Lisboa e de Leiria, os avisos (que começaram às 04h00 desta quarta-feira) terminam às 13h00 e em Setúbal, Beja e Faro às 09h00”, declarou.

Vinte e uma regiões do país apresentam esta quarta-feira risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta (UV), informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, Aveiro, Beja, Portalegre, Porto Santo, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Funchal, Guarda, Leiria, Lisboa, Penhas Douradas, Porto, Sagres, Santarém, Sines, Setúbal, Viana do Castelo, Viseu e Vila Real estão esta quarta-feira com risco muito alto de exposição à radiação ultravioleta (UV). O IPMA adiantou ainda que Bragança, Braga e Santa Cruz das Flores (Açores) apresentam esta quarta-feira risco alto, enquanto Horta, Angra do Heroísmo e Ponta Delgada (também nos Açores) está com níveis moderados.

Para as regiões com níveis muito altos e altos, o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’, guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao sol. Segundo o IPMA, a radiação ultravioleta pode causar graves prejuízos para a saúde se o nível exceder os limites de segurança, sendo que o índice desta radiação apresenta cinco níveis, entre o baixo e o extremo, com onze.

Adicionalmente, de acordo com o IPMA, vinte e sete concelhos de nove distritos de Portugal continental apresentam esta quarta-feira risco muito elevado de incêndio.

Segundo o Instituto, em risco muito elevado de incêndio estão os concelhos de Monchique, Portimão, Silves, Loulé e Alcoutim (Faro), Odemira, Barrancos, Portel (Beja), Santiago do Cacém, Grândola (Setúbal), Ponte de Sor, Gavião (Portalegre), Coruche, Chamusca, Abrantes, Mação, Sardoal (Santarém) e Vila de Rei, Sertã, Oleiros (Castelo Branco). Estão também em risco muito elevado de incêndio os concelhos de Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande, Castanheira de Pera (Leiria), Pampilhosa da Serra, Oliveira do Hospital, Góis (Coimbra) e Sabugal (Guarda).