França, croissant. Reino Unido, viver. Rússia, andar num avião MIG. Japão, melancia. Austrália, fertilização in vitro. Irão, rim. E Portugal?

A empresa de marketing digital Fixr e a publicação Business Insider decidiram investigar qual é o objeto, produto ou serviço mais procurado no Google em todos os países do mundo. Baseado nos resultados, refizeram o mapa-mundo, substituindo o nome dos países pelo resultado da pesquisa.

A fórmula aplicada para a investigação foi baseado na seguinte frase, escrita na barra de busca do Google:

Quanto custa um (uma/uns/umas) __________ em (no/na/nos/nas)____________?

O primeiro espaço era ocupado pelo produto, enquanto o segundo referia-se ao nome do país. O produto com maior incidência nas buscas do Google foi utilizado no mapa.

Segundo a Business Insider, também foi levada em consideração a função que completava automaticamente as frases no Google, algo que pode influenciar o resultado das buscas, já que se baseia no histórico do utilizador e no país de origem.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os resultados são curiosos. Ora veja a resposta em cada país, divididos por continente.

europa02 (1)

Fonte: Fixr/Business Insider

Na Europa, a categoria “Alimentação e Bebida” é a mais frequente, face às respostas dadas em Espanha (comida), França (croissant) ou Macedónia (pão). De acordo com a Fixr, o produto ou serviço cujo preço é mais ‘googlado’ em Portugal é o de uma refeição.

A cerveja é o produto mais mencionado: aparece na Turquia, Islândia, República Checa, Eslováquia, Bélgica, entre outros.

Alguns casos curiosos: no Reino Unido, viver é o termo mais consultado sobre o seu preço, enquanto na Irlanda, país vizinho, a palavra mais procurada foi o funeral. Na Rússia, os utilizadores usam o Google para consultar o valor de um passeio… num avião MIG.

asia02

Fonte: Fixr/Business Insider

Na China, os produtos eletrónicos são os mais procurados no Google, enquanto no Japão o preço de uma melancia é o que representa o maior número de buscas no Google.

Na Índia, o resultado principal foi “vaca”, enquanto na Arábia Saudita, Jordânia, Israel e Afeganistão o produto com mais incidência é “camelo”.

africa02

Fonte: Fixr/Business Insider

Em África, a vaca, a cabra e o camelo destacam-se como os  produtos mais procurados no Google. De acordo com a metodologia do Fixr, pertencem à categoria “Agricultura”, pois o tipo de resultado das pesquisas incidiram sobre o seu uso para esta atividade. Esta diferença é reconhecível se tivermos atenção a Marrocos e à Tunísia, onde o resultado da investigação foi “andar de camelo”, que já pertence a outra categoria, a de “Viagem e lazer”.

O resultado que chama mais a atenção? Escravos, na Mauritânia.

america02

Fonte: Fixr/Business Insider

No Brasil e no Uruguai, o serviço mais consultado quanto ao preço no Google é o de uma prostituta. O Fixr incluiu a Bolívia e Colômbia na categoria “Sociedade”, mas não mencionou qual foi o resultado da investigação.

Na América Central, viver (Porto Rico), casamento (Bahamas), divórcio (Trindade e Tobago), casa (Costa Rica e Belize) e reformar-se (Nicarágua) aparecem como resultados mais procurados.

Nos Estados Unidos, o preço de uma patente é o mais procurado no Google, segundo a investigação.

oceania2 (1)

Fonte: Fixr/Business Insider

Na Oceania, a empresa Fixr não conseguiu apurar os dados da maioria dos países. Entre os que fizeram parte da investigação encontram-se a Austrália, cujo serviço mais procurado no Google no que diz respeito ao preço foi o da fertilização in vitro. Já na Nova Zelândia, o serviço mais procurado foi a vasectomia.

antartica02

Fonte: Fixr/Business Insider

A Antártica também foi incluída na investigação da empresa Fixr. O resultado? Terrenos.