Uma ação de fiscalização levada a cabo pela Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) a nível nacional, durante este mês de maio, resultou na detenção de 16 indivíduos por jogo ilícito. Várias unidades de equipamento de jogo foram também apreendidas.

Para além da detenção dos 16 indivíduos, foram ainda instaurados 18 processos pelo crime de exploração e prática ilícita de “jogos de fortuna ou azar fora dos locais legalmente previstos”, refere um comunicado divulgado esta quinta-feira pela ASAE. Foram ainda instaurados oito processos de contraordenação pela exploração deste tipo de jogos por entidades com fins lucrativos e em locais que não apresentavam a devida autorização.

Entre os vários equipamentos apreendidos, encontravam-se máquinas de jogo de tipo roleta, notepad e eletrónicas, dispensadores de bolas, cartazes, telemóveis, tablet e numerário, num valor total de cerca de 47 mil euros.