Prepare-se para derreter enquanto lê este artigo. Os próximos minutos não se avizinham fáceis para aqueles que estão no computador, smartphone ou tablet a pensar num doce ideal para combater o calor típico de um dia de verão. Isto porque a gelataria Paletaria acaba de abrir em Lisboa e, para além de ser indicada para diabéticos, é especialmente recomendada aos mais gulosos.

O segredo não está na massa mas estará certamente na receita: água e fruta fresca. À primeira vista, não tem muito que se lhe diga mas depois da segunda trinca o caso muda de figura. Os gelados são coloridos, frescos e ainda têm pedaços de cada fruto que lhe dão um sabor artesanal e lembram os caseiros, ou não saíssem das mãos de Sérgio Garcês que, todos os dias, demora cerca de três horas a cortar individualmente a fruta.

paletaria, bairro alto, sylvia silva, 2015, gelados,

Sérgio Garcês tirou o curso de cozinha na escola Cordon Bleu e sempre gostou de se aventurar em novas experiências. ©‎ Michael M. Matias / Observador

Mas da confeção à concretização foram precisos mais de três meses. E foi só com a ajuda de outros dois sócios, Marta Ulrich e Miguel Júdice, que Sérgio conseguiu abrir esta pequena loja inspirada num “bar de praia com gelados no centro da cidade”, explica ao Observador. “A ideia é mesmo essa: entrar, escolher um dos sabores e aproveitar o melhor do Bairro Alto na companhia de um gelado de pauzinho”.

paletaria, bairro alto, sylvia silva, 2015, gelados,

O espaço no Bairro Alto não é grande mas, no futuro, Sérgio pretende expandir o negócio. ©‎ Michael M. Matias / Observador

Por falar em sabores, existem várias opções: frutos silvestres, morango, pêssego, kiwi, ananás com hortelã, morango com kiwi, manga, melancia, meloa, morango sem açúcar e limão, manjericão e gengibre. Se conseguiu resistir até aqui, temos notícias ainda mais apetitosas: vêm aí os gelados de recheio. Desde morango com leite condensado, maracujá com chocolate branco até ananás com chocolate de leite ou brigadeiro.

paletaria, bairro alto, sylvia silva, 2015, gelados,

Se preferir, em vez de comer o gelado pode optar por saboreá-lo em forma de sumo, milkshake, daiquiri granizado ou até smoothie. ©‎ Michael M. Matias / Observador

“Estes têm entre 50% a 80% de fruta e os preços variam consoante o tamanho”, conta Sérgio, que se refere aos gelados — que alguns conhecem por picolé ou popsicle — como paletas. A “paleta grande”, cujo formato equivale a duas bolas de gelado, custa 2,75€ e a paleta em tamanho pequeno, que estará brevemente disponível, vai custar 2,20€. A pedido de várias famílias, Sérgio está a preparar novos sabores e promete que o de tangerina com canela está prestes a sair do forno. Aliás, do congelador.

Nome: Paletaria
Morada: Rua Luz Soriano, 25 (Bairro Alto), Lisboa
Telefone: 91 935 9597
Horário: De segunda a sexta, das 13h00 às 22h00.; de sábado a domingo, das 13h00 às 00h00
Preço médio: 2,75€

Texto editado por Ana Dias Ferreira.