Salah Abdeslam planeava fazer-se explodir no Estádio de França, em Paris, mas “recuou”, confirmou esta tarde o procurador francês, François Molins. O terrorista está a ser interrogado pelas autoridades belgas, a quem terá confessado a intenção de se fazer explodir no Estádio da capital francesa, no dia 13 de novembro – dia dos ataques em Paris.

Salah Abdeslam foi capturado esta sexta-feira, no bairro de Molenbeek, em Bruxelas. De acordo com declarações do advogado oficioso, Sven Mary, o arguido está a colaborar com os investigadores belgas para evitar a extradição para França, um processo que não deverá ser posto em causa, uma vez que Abdeslam era alvo de um mandado de detenção internacional.