Um comerciante luso-descendente, de 48 anos, foi assassinado a tiro em Caracas por desconhecidos, que teriam tentado roubar-lhe a motocicleta, avançaram fontes da comunidade portuguesa à agência Lusa esta quinta-feira.

Segundo as fontes, Mário Wilson Campos Ferreira Topa, foi assassinado pelas 18:00 locais de quarta-feira (23:30 em Lisboa), em Baruta, uma localidade do sul de Caracas.

O comerciante teria sido intercetado por desconhecidos armados que teriam tentado roubar-lhe a motocicleta em que circulava, nas proximidades de uma esquadra da Polícia Municipal de Baruta.

Um familiar da vítima confirmou telefonicamente a ocorrência à Lusa e disse desconhecer ainda as circunstâncias do crime, acrescentando que os assaltantes não levaram a motocicleta.

As investigações estão a cargo do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (Cicpc, antiga Polícia Técnica Judiciária).