O Google Maps é uma ferramenta essencial para viajantes, mas é frequente que, durante a viagem, perca o acesso à rede (ou não queira pagar os custos do roaming). Nestas alturas, mantenha a calma. Há uma solução.

É importante apostar na prevenção e descarregar os mapas dos locais a visitar antes da viagem para que eles possam ser consultados mesmo quando não tem conexão à internet. Quando se descarrega o mapa de uma zona, é possível obter direções e ver os pontos de interesse da região mesmo estando offline (sim, a bolinha vermelha que lhe diz onde está, continua a mexer-se e se for preciso diz-lhe para onde ir).

Ainda assim, há algumas limitações de navegação na aplicação. As direções só estão disponíveis para automóveis. Informações para quem quer fazer o percurso a pé, de bicicleta ou de transportes públicos não são acessíveis sem conexão. No entanto, mesmo assim, o Google Maps continua a dar informações sobre o que é que existe nas proximidades.

Os mapas que são descarregados expiram eventualmente, já que estão em constante atualização. Quando isso acontece, basta clicar no menu e selecionar a opção “os meus mapas”. E volta a estar ligado. Mesmo sem ligação. E com todas as ligações para onde quer ir à distância de um clique.