Um ataque ao quartel onde soldados do Níger e da Nigéria estavam colocados junto à cidade de Bosso, em Níger, fez 32 mortos e 67 feridos. Os relatos dizem que “centenas de assassinos” do grupo terrorista Boko Haram atacaram esta posição militar, estendendo a violência à cidade, disparando tiros e destruindo edifícios.

O ataque ocorreu na sexta-feira e, segundo a BBC, este sábado as tropas já conseguiram retomar as suas posições estratégicas naquela área. As autoridades revelaram ainda que o ataque terá acontecido com a conivência de tropas na própria base.

A fronteira entre Níger e a Nigéria continua instável devido à ação do grupo terrorista, embora os países tenham vindo a cooperar numa força conjunta e tenham conseguido travar muitas ações do Boko Haram.