O discurso de Melania Trump, na Convenção Republicana, procurou humanizar Donald Trump ao falar de amor. Mas uma polémica sobrepôs-se rapidamente ao próprio conteúdo do discurso. Uma parte da intervenção era, quase palavra, idêntica à do discurso que Michelle Obama fez, em 2008, na Convenção do Partido Democrata.

Melania Trump, 2016

Mostrar Esconder

“Os meus pais passaram-me os valores de que trabalhas muito pelo que queres na vida, e que a tua palavra te compromete e que fazes o que dizes e manténs as tuas promessas. Que tratas as pessoas com respeito. Eles ensinaram-me e mostraram-me valores morais na sua vida quotidiana.

Essa é uma lição que eu continuo a passar ao nosso filho, e precisamos de passar essas lições para as gerações que estão para vir, porque queremos que os nossos filhos, nesta nação, saibam que os seus únicos limites são a força dos seus sonhos e a vontade de trabalhar para os atingir.”

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Vamos à comparação: a parte em que os discursos coincidem é um momento sobre transmissão de valores às próximas gerações. Há ideias iguais, e, até, frases exatamente repetidas.

Em Cleveland, local da Convenção Republicana deste ano, Melania Trump disse que os seus pais lhe passaram “os valores de que trabalhas muito pelo que queres na vida, que a tua palavra te compromete e que fazes o que dizes”.

A mulher de Barack Obama tinha dito mais ou menos o mesmo, em 2008: “Trabalhas muito pelo que queres na vida, a tua palavra compromete-te e fazes o que dizes que vais fazer”. Parecido? Muito.

Michelle Obama, 2008

Mostrar Esconder

“O Barack e eu fomos criados com muitos dos mesmos valores, como por exemplo: que trabalhas muito pelo que queres na vida; que a tua palavra te compromete e que fazes o que dizes que vais fazer; que tratas as pessoas com dignidade e respeito, mesmo que não as conheças e não estejas de acordo com elas.

Eu e o Barack construímos vidas guiadas por estes valores, e queremos transmiti-las às próximas gerações, porque queremos que os nossos filhos, e todas as crianças desta nação, saibam que o único limite para as suas aspirações é a força dos seus sonhos e a vontade de trabalhar para eles.”

Todo o trecho foi inspirado em Michelle Obama, mas a parte final foi mais que isso. “Essa é uma lição que eu continuo a passar ao nosso filho”, continua Melania. “Precisamos de passar essas lições para as gerações que estão para vir, porque queremos que os nossos filhos, nesta nação, saibam que os seus únicos limites são a força dos seus sonhos e a vontade de trabalhar para os atingir”.

Foi esta a frase que reavivou as memórias de quem ouviu o discurso de Michelle Obama em 2008. “Eu e o Barack construímos vidas guiadas por estes valores, e queremos transmiti-los às próximas gerações, porque queremos que os nossos filhos, e todas as crianças desta nação, saibam que o único limite para as suas aspirações é a força dos seus sonhos e a vontade de trabalhar para eles.

Veja o vídeo da CNN em que os dois discursos são comparados lado a lado: