O grupo extremista do Boko Haram fez uma emboscada a um grupo de pessoas que estavam protegidas por forças militares, na Nigéria, ferindo três civis e dois soldados, conta a UNICEF.

Um membro da UNICEF e outro da International Organization for Migration estão entre os feridos durante o ataque que decorreu entre a cidade de Bama e Maiduguri, onde se situa o quartel general das operações contra o Boko Haram.

O ataque surge numa altura em que há crianças a morrerem à fome entre as mais de 500 mil pessoas que correm perigo de vida em zonas da Nigéria recentemente libertadas e que ainda são consideradas perigosas.

No início desta semana, já tinha havido uma emboscada a um grupo de Médicos sem Fronteiras.